Modelo de convênio do Hospital Stella Maris com prefeitura deverá sofrer alteração

Da Redação

O modelo de convênio entre a prefeitura e o Hospital Stella Maris (HSM) deverá sofrer alteração. A informação foi confirmada pela secretária da Saúde, Ana Cristina Kantzos da Silva, na última quarta-feira (26), durante audiência pública de prestação de contas da Secretaria Municipal de Saúde na Câmara.

Segundo ela, atualmente é fechado um pacote com uma quantidade mensal de exames, não estipulados por categoria. “Ele faz o exame que quer e, se está com algum problema na execução de um exame, ele oferta outro. Nessa nova repactuação, nós queremos deixar uma cota de cada exame, para dar o complemento do que o município precisa para fechar aquela cobertura”, explicou Ana que frisou que vai priorizar os pacientes em fila de espera para definir quais exames deverão ser realizados.

Durante o encontro, a secretária apresentou números que se referem à execução financeira no período de janeiro a agosto deste ano, bem como à produção ambulatorial e hospitalar de janeiro a julho.

O relatório apresentado aponta que a receita destinada às ações e serviços públicos ao longo dos oito primeiros meses de 2018 somaram pouco mais de R$ 2 bilhões, divididos entre arrecadação de impostos e transferências constitucionais e legais.

 

Hospital Municipal Pimentas Bonsucesso – No último dia 25, a prefeitura divulgou no Diário Oficial do Município a organização social que ficará responsável pela gestão do Hospital Pimentas Bonsucesso. O Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), entidade de direito privado sem fins lucrativos, passa a gerenciar e executar as ações dos serviços de saúde do hospital, em regime de 24 horas por dia.

Imagem: Pedro Lacerda