Memorial da América Latina celebra 29 anos com show de Jorge Aragão

Três meses depois de reinaugurado, o Auditório Simón Bolívar, no Memorial da América Latina, recebe um convidado especial: Jorge Aragão. Um dos mais respeitados nomes da MPB, com dois milhões de discos vendidos, o “poeta do samba” chega a São Paulo para comandar o show de aniversário de 29 anos da instituição, no dia 22 de março, com apresentação única.

Os ingressos, a R$ 40 e R$ 20 (meia-entrada), começarão a ser vendidos pela internet em 5 de março, a partir do meio-dia. No dia do espetáculo, haverá uma bilheteria física, a partir das 9h, no Memorial, na avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664 – portão 13, ao lado do Terminal do Metrô Barra Funda.

Compositor, cantor e letrista, Aragão vem de berço privilegiado, o bloco carnavalesco Cacique de Ramos, que reunia a nata do samba carioca dos anos 1980: bambas como Arlindo Cruz, Almir Guineto, Jovelina Pérola Negra, Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Marquinhos Satã e Zeca Pagodinho.

Ali, Aragão e outros integrantes do Cacique criaram o Fundo de Quintal, que fez história e ainda hoje é referência no samba brasileiro. Pouco tempo depois, Aragão decidiu investir na carreira-solo, alegando que queria ser apenas “um bom e respeitado compositor”. Foi bem mais longe. O resto da história é conhecido: com seu timbre raro, conquistou o público também como cantor e lá se vão 42 anos de estrada. Nesse caminho, recebeu muitos prêmios e múltiplas homenagens.

Foto: Divulgação