Mais de 80% da população guarulhense já tem água nas torneiras todos os dias

Da Redação

Cerca de 1,1 milhão de guarulhenses já não sofrem mais com o rodízio que por décadas foi enfrentado na cidade. Após a Sabesp assumir a distribuição de água em janeiro deste ano, os investimentos realizados pela companhia estadual em adutoras de água já permitiram que 80,5% da população do município tenha água em suas casas todos os dias, levando-se em consideração uma estimativa de 1,366 milhão de habitantes feita em 2018 pelo IBGE. “Muito mais que resolver uma dívida superior a R$ 3,2 bilhões, exigimos que a companhia acabasse com a falta de água em Guarulhos”, afirmou o prefeito Guti, responsável pelo acordo de concessão do Saae Guarulhos à Sabesp.

Até o final do ano, a expectativa é que toda a população de Guarulhos tenha água diariamente em suas torneiras, mesmo em períodos de calor, quando o consumo é maior. A Sabesp pretende finalizar cerca de 20 km em obras de interligações de água nas próximas semanas em bairros como Lavras e Pimentas, além de um trecho da estrada do Elenco, o que vai ao encontro do compromisso da atual administração quando da assinatura do contrato com a Sabesp, em dezembro passado, de abastecer toda a cidade em até um ano. Além disso, está em andamento a reforma do reservatório Vila Barros e a construção de um novo reservatório que dará maior disponibilidade de água para região de Bonsucesso.

Desde o início de 2019 a Sabesp já construiu cerca de 30 km de adutoras de água em bairros como Cabuçu, Vila Galvão, Gopoúva, Jardim Cumbica, Jardim São João, Bonsucesso e Lavras. O objetivo dessas obras era coletar água dos sistemas Cantareira e Alto Tietê, responsáveis por suprir 90% da demanda da cidade – o restante é proveniente dos sistemas Cabuçu e Tanque Grande, além de poços artesianos.

Atualmente, diversas regiões de Guarulhos já têm água diariamente, como Vila Galvão, Centro, Gopoúva, Vila Augusta, Ponte Grande, Jardim Bom Clima, Cocaia, Taboão, Bonsucesso, Pimentas, Lavras, Parque Continental, Recreio São Jorge, Jardim Cumbica, Jardim Presidente Dutra, Cidade Industrial Satélite, Vila Barros e Cabuçu, entre outras.

Fonte: Prefeitura de Guarulhos