Mais de 60 pessoas morrem em acidente aéreo em região montanhosa do Irã, diz imprensa oficial do país

Um avião da empresa aérea iraniana Aseman Airlines, que realizava um voo local, caiu neste domingo (18), no sudeste do Irã. Segundo a imprensa oficial iraniana, as 65 pessoas a bordo morreram no acidente, sendo 59 passageiros e 6 tripulantes.

O porta-voz de Emergências iraniano, Moytaba Khaledi, explicou à agência “Isna” que o aparelho desapareceu do radar cerca de 20 minutos depois de ter decolado do aeroporto de Teerã com destino à cidade de Yasuy.

A aeronave, que voava no trecho entre a capital Teerã e a cidade de Yasuy, “caiu na região de Samirom”, aproximadamente 40 km ao sul da capital, “e todos os serviços de socorro estão em alerta”, informaram as agências de notícias Isna e Fars citando Pirhosein Koolovand, o chefe do serviço nacional de emergências.

O departamento de Relações Públicas da Aseman detalhou para a imprensa oficial que entre as vítimas estão uma criança, dois pilotos, dois comissários de bordo, dois membros do pessoal de segurança e demais passageiros. Inicialmente, foi divulgado que 66 pessoas teriam morrido, mas a companhia aérea corrigiu a informação, revelando que um dos passageiros perdeu o voo.

O ATR se chocou contra uma montanha chamada Dena, da cordilheira de Zagros, perto da cidade de Samirom, no sul da província central de Isfahan. Tudo indica que o acidente foi causado pelas condições climatológicas, precisamente por nevoeiro e vento registrados nessa região.

Foto: MARWAN NAAMANI/AFP