Mais de 30% das unidades do Minha Casa, Minha Vida são destinadas a faixa mais pobre

Da Redação

Principal programa de habitação federal, o Minha Casa Minha Vida já entregou 8.557 unidades para as famílias que fazem parte da faixa 1, com renda de até R$ 1,8 mil. O valor corresponde a 34% do total de unidades entregues no município até agora que foram 24.537.

No total foram contratadas 34.243 unidades para todas as faixas do programa na cidade, sendo 11.312 na faixa 1.

Com isso, Guarulhos está na contramão da capital, onde apenas 8% das unidades construídas foram destinadas a parcela mais pobre da população. Dados do Ministério das Cidades mostram que, desde a criação do programa, 56.961 unidades habitacionais foram finalizadas na capital, mas somente 4.912 delas foram destinadas à faixa 1 do programa.

A maior parte das moradias foi repassada a beneficiários com renda familiar de até R$ 4 mil, classificados na faixa 2 do programa. Esse grupo foi contemplado com 35.729 imóveis. As outras 16.320 unidades foram destinadas a famílias alocadas na faixa 3, com rendimento de até R$ 7 mil.

A mesma tendência é observada na distribuição dos investimentos do programa na cidade de São Paulo. Nos quase nove anos de existência da iniciativa, o governo federal gastou cerca de R$ 10,7 bilhões no Minha Casa Minha Vida na capital paulista, dos quais R$ 1,2 bilhão (11%) foi para a faixa 1.

Foto: Fábio Nunes Teixeira