Liesg que ajudar prefeitura a conscientizar população sobre importância da vacina

Com a temeridade de uma nova onda da Covid-19, algumas cidades do estado de São Paulo cancelaram o carnaval de 2022 e chegou-se a cogitar a adesão de Guarulhos a este grupo. Porém, a prefeitura por meio de nota esclareceu que como ainda faltam três meses para o carnaval, a decisão pela realização ou cancelamento das festividades será tomada mais próximo a data de sua eventual realização, sendo sempre considerado para tal, os índices relacionados a Covid-19 na cidade.


À frente da gestão da LIESG (Liga Independente das Escolas de Samba de Guarulhos) desde setembro de 2021, como presidente, Leandro Oliveira de Queiroz, vem buscando unir forças das agremiações da cidade em prol da retomada e reconstrução do carnaval do município.


“Estamos trabalhando pesado na busca da mobilização das agremiações que estão aderindo e somando forças com o nosso projeto de reconstrução do carnaval. Tenho ido a alguns eventos das agremiações, todos de casa cheia, e estou vendo aquele gás. E a gente vai brigar pelo desfile das escolas de samba de 2023. O nosso trabalho é para 2023”, acrescentou Leandro.


Leandro falou sobre a participação das escolas de samba nesta mobilização para eliminar o risco de contágio e garantir a segurança sanitária que possibilitará a realização do carnaval futuramente ele quer propor à prefeitura um trabalho em conjunto na busca ativa para que todas as pessoas se vacinem.


“Tivemos uma reunião das escolas de samba recentemente, onde falamos da nossa força dentro das comunidades. A gente sabe que mesmo realizando um trabalho dentre os melhores do país, referente a vacinação, a prefeitura de Guarulhos tem tido dificuldades na busca ativa de pessoas que não se vacinaram. E é ai que queremos auxiliar a prefeitura, com nosso poder dentro das comunidades, queremos entrar de casa em casa, buscando pessoas que não se vacinaram e orientá-las a se vacinar. Porque nós queremos o fim dessa pandemia e nós sempre preservamos as pessoas e nunca falamos em desfile”, concluiu o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de Guarulhos.

Por meio de uma nota enviada à imprensa, a União dos Blocos de Rua de Guarulhos (UNIBLOCOS), se manifestou sobre o Carnaval 2022, como segue:

Nós da UNIBLOCOS (União dos Blocos de Rua de Guarulhos), defendemos sim, a cautela referente às festividades carnavalescas, defendemos também uma decisão conjunta com o poder público municipal a fim de tratar do assunto com entendimentos de ambas as partes.


Ressaltamos que desde nossa fundação os Blocos de Rua como: Jacaré de Teta, Unidos dos Meus Ovos, Pescakinada, Delega, Piores do Ano, Fanfarrões, BemDito, Minduca Folia, 36 Horas e etc. nunca utilizaram de verba pública para a criação, organização e desfiles dos mesmos. O carnaval de rua de Guarulhos vem crescendo a cada ano, é perceptível que nos últimos anos, os foliões que saiam daqui para pular carnaval em outras cidades, acabam por ficar, curtir e prestigiar os blocos de nossa cidade, assim como muitos foliões que veem de outras cidades e até outros estados pular o carnaval em Guarulhos. No último levantamento realizado, foi detectado que, em 2020, levamos ao total de todos os desfiles, mais de 100.000 pessoas (incluindo o Bloco Banda Bixa), gerando emprego, renda e movimentando a economia da cidade. Somos um convite ao turismo local.


Ressaltamos que o Carnaval é a maior manifestação popular e cultural do Brasil prevista por lei.Toda manifestação cultural carrega em si os anseios e o desejo de expressar a marca registrada da comunidade. O carnaval de rua representa nada mais, que a democracia das cores, credos e camadas sociais. Através dele, o povo, rico ou pobre, preto ou branco, se manifesta e deixa registrada a sua real identidade: a da alegria.
Destacamos à falta de critérios referente a grandes aglomerações, tendo em vista que, casas noturnas, bares, jogos de futebol, fórmula 1, ações diversas de igrejas e etc., funcionam de forma totalmente desordenada no que diz respeito aos protocolos de contenção para o avanço da pandemia. Portanto, não é considerável discutirmos só o Carnaval nesse sentido.


Destacamos também o avanço na vacinação em nossa cidade, um trabalho muito bem feito pela prefeitura, viabilizou uma imunização em grande escala em Guarulhos, os números aqui mostram uma grande redução no número de casos e mortes, isso nos faz refletir sobre todo o contexto pelo retorno das atividades gerais, incluindo o carnaval.


Por fim, gostaríamos de salientar que estamos em conversa com a Prefeitura, que temos uma boa relação e parceria e qualquer decisão “conjunta” que seja tomada, será em benefício da população em detrimento de qualquer questão, seja ela financeira, artística e etc.
UNIBLOCOS GUARULHOS

- PUBLICIDADE -