Jaguariúna mistura aventura e tranquilidade

Da Redação

Em linguagem indígena, Jaguariúna significa “rio da onça preta” e está localizada a 133 km de São Paulo. Com uma população estimada em pouco mais de 44 mil habitantes e se desenvolvendo cada dia mais, a cidade ainda preserva o patrimônio histórico-ferroviário, fazendas centenárias, haras e antigos casarões.

Inaugurado em 1945, o prédio desativado da antiga Estação Jaguariúna foi restaurado e atualmente é o Centro Cultural. O espaço é ponto de partida do passeio turístico de Maria Fumaça, uma das principais atrações da cidade. O turista pode fazer um passeio de Maria Fumaça até a vizinha Campinas. Realizado apenas nos finais de semana, o percurso tem duração média de três horas e meia.

Outra boa opção para aqueles que gostam de história é o Museu Ferroviário. O local conta com peças históricas fornecidas pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) e doações da Cia Mogiana de Estradas de Ferro, de ex-ferroviários e historiadores.

Para saber mais sobre a história da cidade, um lugar que não pode faltar no roteiro é a Casa da Memória Padre Gomes. Criada em 2008, o local tem o objetivo de recuperar, preservar e difundir a memória de Jaguariúna até os dias atuais. Seu acervo inclui documentos textuais, fotográficos, filmográficos e sonoros.

Para fechar o passeio, os visitantes encontram no Parque do Lago um espaço para curtir com a família. O local tem trilhas para fazer caminhadas, ciclovia, lago para pesca e um charmoso jardim japonês.

Imagem: Divulgação