Instrumentistas dividem o palco do Adamastor em concerto do Concurso Jovens Solistas

Instrumentistas da Orquestra GRU Sinfônica e solistas da Orquestra Jovem compartilharam o palco do Teatro Adamastor no concerto digital do último sábado (14). O espetáculo de premiação do XVIII Concurso Jovens Solistas integra a série Novos Talentos e Descobertas da Temporada 2021 e está disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=98ISwKt8EvM.

O Concurso Jovens Solistas é um evento tradicional da Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos e abre a oportunidade para que novos instrumentistas possam vivenciar a experiência de estar solando à frente de uma orquestra. “Todo ano a banca seleciona as melhores interpretações, que são premiadas e apresentadas neste programa, permitindo ao público acompanhar o crescimento desses novos talentos”, explica o maestro Emiliano Patarra, ao enfatizar a surpreendente combinação de músicos de ambas as orquestras nesse concerto especial.

Sob a regência de Vinícius Jaloto, a Orquestra GRU Sinfônica iniciou o evento com a Abertura sobre Temas Cariocas, composição do músico oboísta Arthur Marins, a sexta estreia de obras de novos compositores realizada durante a Temporada 2021. A obra vai ao encontro da proposta de transpor as fronteiras da música ao incorporar no movimento sinfônico outras referências populares, tais como o funk carioca.

O programa do concerto de premiação teve como principal característica a combinação de obras representativas dos quatro séculos de música de concerto. Renato Vieira Filho apresentou o festivo Concerto para Oboé d’Amore em Lá maior, BWV 1055R, de Johann Sebastian Bach, obra reconstruída por pesquisadores a partir de manuscritos do compositor alemão originalmente compostos para cravo.

Na sequência o concerto destacou o solista João Vitor Dias Mendes, que executou com leveza e precisão o Concerto para Flauta e Orquestra, composto em 1926 pelo dinamarquês Carl Nielsen. Muito peculiar e inspirado, Nielsen criou grandes e importantes obras de referência para o repertório de flauta.

Para o encerramento do espetáculo a Orquestra GRU Sinfônica convidou ao palco o vencedor do Concurso Jovens Solistas, Lucas Henrique Alvares Andrade, que interpretou com maestria Árias Ciganas, op.20, do violinista e compositor espanhol Pablo de Sarasate, que compunha obras para que ele próprio pudesse executar, peças brilhantes e apaixonadas, tal qual o temperamento do século XIX. Nesse contexto, Árias Ciganas, op.20 possui três movimentos muito curtos e se destaca por grande poder sugestivo e temas ciganos.

Na continuidade da Temporada 2021, neste sábado (21), às 20h, a Orquestra Jovem apresenta concerto digital para piano com obras de Saint-Saëns e Tchaikovsky, que integra a série Grandes Mestres. No dia 28, às 20h, Orquestra Gru Sinfônica traz as obras de Handel e Bach, também da mesma série. Todos os concertos digitais são transmitidos pelas redes sociais das orquestras no YouTube e no Facebook.

Para saber mais sobre a programação de eventos culturais da cidade acesse https://www.guarulhos.sp.gov.br/agendacultural.

- PUBLICIDADE -