Inauguração do Pet Park da GCM marca aposentadoria do rottweiler Dragon

Lucy Tamborino

Servindo por oito anos a Guarda Civil Municipal (GCM) o rottweiler Dragon se aposentou ontem e recebeu homenagens no evento de inauguração do Pet Park do canil da corporação, na Vila Tijuco. O cão chegou ao canil com apenas três meses e ainda deixa como legado seus dois filhotes: Pandora e Spartacus.

O Pet Park inaugurado ontem é o sexto na cidade e é uma revitalização do canil de 1.546 m² já existente. O local deve receber escolas municipais, estaduais e particulares, além de pessoas com dependência química e mental.

“Esse tem um viés diferente dos outros cinco. Aqui é para que as pessoas conheçam o trabalho desenvolvido pelo canil da GCM e como é importante a presença dos animais na segurança do município”, afirmou Andrea Viegart, diretora do Departamento de Proteção Animal (Dpan).

Na ocasião, os guardas da corporação demonstraram o treinamento realizado. Um dos cães achou rapidamente uma essência de droga escondida debaixo de um cone, outro, ainda, imobilizou uma pessoa como se fosse uma ação real.

Para o comandante Messias, do Comando Geral da GCM de Guarulhos, é uma imensa satisfação reinaugurar o espaço. “Um evento dessa natureza traz pra cidade um olhar sobre o cão e especificamente para GCM que lida com esse tipo de animal nas operações”, disse.

A inspetoria de patrulhamento com cães está atuando há 10 anos em Guarulhos. Ao todo são 16 cães, das raças rottweiler, pastor alemão, dobermann, pastor malinois e labrador. Destes, 11 estão atuando e cinco filhotes passam por treinamento para depois iniciar o serviço na corporação.

“O trabalho que nós realizamos na cidade é um trabalho de faro de drogas e encontro de pessoas desaparecidas, além de trabalhar com cães para patrulhamento de guarda e proteção”, explica o inspetor regional Ribeiro, gestor da Inspetoria de Patrulhamento com Cães.

Imagem: Lucy Tamborino