Inadimplência do guarulhense se manteve estável em fevereiro

Por Rômulo Magalhães

A inadimplência do consumidor de Guarulhos se manteve estável em fevereiro, na comparação com o mês de janeiro. Já no valor acumulado, a inadimplência obteve queda de 0,5%, enquanto na variação interanual (mesmo mês do ano anterior) o indicador cedeu 2,8%. Os dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) e foram passados com exclusividade à Folha Metropolitana.

De acordo com o economista da Boa Vista SCPC, Flávio Calife, o número de inadimplentes se manteve estável, por conta da redução de juros e do não aumento dos preços dos produtos. “Esse conjunto de fatores ajudou a população a pagar as contas e recuperar crédito”, declarou.

Ele afirmou que cartão de crédito, cheque especial e empréstimo pessoal são os tipos de crédito que mais levam o consumidor a entrar em inadimplência. “Por que os juros são mais altos”, explicou.

O indicador de recuperação de crédito, por sua vez, recuou 0,6% na comparação mensal de fevereiro contra o mês anterior. Já no valor acumulado, a recuperação obteve queda de 0,6% enquanto na variação interanual (mesmo mês do ano anterior) o indicador caiu 4,5%.

Foto: Marcos Santos/USP