HGG não tem gaze e paciente compra material do próprio bolso

Mayara Nascimento

Um paciente com um tumor na garganta está internado no Hospital Geral de Guarulhos (HGG) há quase um mês e nesse tempo os familiares compram gaze do próprio bolso, pois o material está em falta no hospital.

Os familiares chegaram ao hospital para visita e constataram que o paciente estava todo sujo, com diversas secreções. “A enfermeira disse que não podia fazer nada, pois não tinha material, quase não tinha nem remédio. Fomos até a farmácia e compramos para ele pelo menos ficar limpo e não pegar nenhuma infecção”, contou a sobrinha do paciente que prefere não se identificar.

A alimentação dele é realizada sonda e deve ser feita de três em três horas. “Nas primeiras semanas as enfermeiras disseram que só o médico pode liberar o procedimento e ele ficou mais de seis horas sem receber alimentação. Ele já está debilitado, com o atendimento precário as coisas só pioram”, acrescentou.

O material começou a entrar em falta nas últimas duas semanas. Os familiares revezam todos os dias para não deixar o paciente sozinho, pois temem o descaso do hospital.

O Hospital Geral de Guarulhos é de responsabilidade do Estado de São Paulo. Questionada, a Secretaria de Saúde do estado não se pronunciou até o fechamento desta matéria.

Imagem: Divulgação/SPDM