Guarulhos se prepara para desativar hospital de campanha

A cidade de Guarulhos deverá desativar o Hospital de Campanha do Centro de Combate ao Coronavírus (3CGRU) nas próximas semanas. A expectativa é que isso ocorra até o dia 4 de setembro, data do término do contrato.

De acordo com o levantamento feito no último sábado (15), a média geral de ocupação do hospital está em 50%, que se manteve com a atualização da Secretaria da Saúde divulgada ontem. Segundo a pasta, à medida em que o cenário epidemiológico da pandemia avança, observou-se nas últimas semanas a tendência de estabilidade e queda das taxas de ocupação dos leitos sob gestão municipal. A secretaria ressaltou, ainda, que está se “organizando para garantir esta logística reversa com segurança”.

O 3CGRU foi inaugurado no dia 7 abril e oferece o serviço de triagem tanto para pessoas que chegam a pé como de carro, com atendimento pelo sistema drive-thru.

Segundo boletim epidemiológico divulgado pela Saúde, Guarulhos registrou ontem 18.723 casos de coronavírus, com 17.082 recuperados e 1.147 óbitos confirmados – além de outros nove em investigação. A taxa de cura na cidade é de 91% e a de letalidade de 6,12%. Já a taxa de ocupação de leitos de UTI chegou a 75,6% e de leitos de enfermaria a 54,3%. No hospital de campanha há 39 pacientes internados, sendo 16 em UTIs, 20 em enfermarias e três em observação.