Guarulhos recebe palestra sobre “Homeostase Quântica Informacional”

Da Redação

Já imaginou poder curar a si mesmo apenas emitindo comandos verbais, capazes de livrar você das dores de traumas, eventos negativamente marcantes, e até de enfermidades como o câncer? É o que os pesquisadores da Homeostase Quântica Informacional acreditam e, segundo eles, tem beneficiado milhares de pessoas.

Cada vez mais as pessoas estão atentas às questões da saúde, e neste movimento, as terapias integrativas têm crescido de forma notável. Muitas abordagens estão relacionadas ao universo da Física Quântica, como o coaching, tão utilizado atualmente, e a Homeostase Quântica Informacional – HQI.

O criador da técnica e coordenador dos grupos de estudo, além de principal disseminador do método no Brasil e outros 15 países, Sérgio Roberto Ceccato Filho, é prova viva de que a técnica funciona. “Houve uma época em que minha empresa faliu e eu perdi tudo. Eram mais de R$ 4 milhões em dívidas, mais de 100 colaboradores… uma situação aparentemente irremediável. E em pouco tempo não só resolvi, com auxílio das técnicas, como passei a ter uma vida muito mais equilibrada em todos os sentidos, inclusive no que diz respeito à prosperidade financeira. Mas o mais importante: há mais de 10 anos desfruto de saúde e equilíbrio perfeito, sem qualquer tipo de enfermidade e completa disposição”, conta.

Na próxima terça-feira (07) Sérgio Roberto Ceccato Filho estará no Hotel Mercure Guarulhos, rua Barão de Mauá, 450 – Centro, das 19h30 às 21h30, ministrando uma palestra sobre o assunto. No evento, ele contará um pouco sobre a técnica e ensinará comandos básicos que podem ser utilizados e aplicados no dia a dia. “As pessoas não precisam acreditar na técnica, basta quererem de fato resolver as suas questões e o método funciona”, explica.

Casos

Entre os casos que os pesquisadores e defensores da técnica acompanham e documentam, estão os de diversas pessoas que se auto-curaram de câncer, depressão, diabetes, hipertensão, e até de H1N1, entre muitas outras enfermidades.

“A palavra é muito poderosa. O próprio Deus criou o mundo através da palavra. E fez o homem e a mulher à Sua imagem e semelhança. Baseados nisso, estudamos todos esses anos quais os códigos quantizadores que permitem a mudança na consciência das pessoas para que possam criar para si a vida que desejam e merecem”, explica.

Por se tratar de uma técnica muito simples e que rompe paradigmas importantes, por exemplo, de que as pessoas podem se auto-curar, a HQI enfrenta resistências importantes, inclusive no meio acadêmico. “Apesar de nossa insistência, ainda não conseguimos que alguma universidade admitisse a HQI como objeto de pesquisa científica, o que seria muito fácil e útil, já que a comprovação da eficácia do método poderia se dar de forma muito simples, e então mais e mais pessoas poderiam se beneficiar de seus resultados”, lamenta.  Para tanto, a unidade de pesquisa, CTHQI – Centro Internacional de Terapia, Avaliação e Pesquisa de Homeostase Quântica Informacional – foi criado e uma pesquisadora contratada para que a pesquisa seja contínua e cientificamente validada.

Sendo assim, o Grupo HQI divulga a técnica em palestras e cursos, através dos quais as pessoas podem aplicar as técnicas em si mesmas. “É gratificante ver nossos esforços de pesquisa e estudo serem úteis a mais e mais pessoas, que descobrem o poder da autocura”, comemora.

Imagem: Divulgação