Guarulhos passa a contar com linha de trem ligando a cidade à capital

Lucy Tamborino

Inaugurada em 2018, a Linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), foi responsável por transportar, nos primeiros sete meses deste ano, quase 2,4 milhões de passageiros. O número é superior a toda a operação de março do ano passado até dezembro, quando 1,8 milhão de pessoas usaram a linha.

Neste período, o serviço Connect, com paradas nas estações que servem o trecho entre Brás e Aeroporto-Guarulhos, transportou mais de dois milhões de passageiros. Já o Airport Express, que faz viagens diretas entre as estações Luz e Aeroporto-Guarulhos, atendeu cerca de 50 mil pessoas.  A companhia, porém, não informou dados sobre o serviço regular.

Diariamente, os trens da Linha 13-Jade circulam, nos dias úteis, com intervalo de 20 minutos nos horários de maior movimento, entre 5h e 8h e entre 17h e 20h. Nos demais horários e dias da semana, em que há menor demanda de passageiros, o intervalo é de 30 minutos.

Desde de abril, o serviço Connect foi ampliado. Nos dias úteis, agora o número de viagens entre as estações Aeroporto-Guarulhos e Brás, sem necessidade de transferência na linha 12-Safira, é 21 partidas nos dois sentidos (antes eram 12). Aos sábados, as viagens subiram de seis para 11.

Novos trens

Fabricados pela CCR, a Linha 13-Jade deve contar no ano que vem com os novos trens da série 2500. Eles devem começar a circular depois de passar por testes de performance. Equipados com tecnologia de ponta, os trens terão iluminação interna com tecnologia de LED’s, sistema de detecção e imobilização do trem em caso de ocorrência de descarrilamento; de controle de tração e frenagem atuando em casos de patinagem e deslizamentos das rodas do trem; de identificação do condutor (biométrico e por senha), monitores multimídia e mapa de linha eletrônico, entre outras funcionalidades.

As composições também terão monitoramento com câmeras no interior e parte externa frontal e um diferencial: bagageiros dispostos ao longo dos salões de passageiros. Atendendo ainda as exigências das Normas Brasileiras de acessibilidade devem contar com todos os dispositivos para orientar usuários com deficiências auditiva (mapa dinâmico) e visual (áudio), tais como: sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, painel eletrônico para orientar o lado de desembarque e local das estações concomitante com áudio.

Monotrilho até o aeroporto

A expectativa é que nos próximos anos o aeroporto também passe a contar com um monotrilho para ligar a Linha 13-Jade aos terminais de passageiros. Para viabilizar tal intervenção, a concessionária que administra o terminal será responsável pelo empreendimento. O valor do investimento de R$ 175 milhões retirado da outorga do aeroporto. O traçado percorre terrenos da União concedidos para a concessionária e, por isso, não haverá necessidade de desapropriação. Além disso, não havia previsão de qualquer construção nestes locais para expandir o aeroporto. 

O monotrilho terá 2,6 km de extensão, com paradas nos três terminais de passageiros do aeroporto e na Estação Aeroporto Guarulhos da CPTM, e capacidade de 2 mil passageiros/hora para cada sentido. O monotrilho fará em cerca de seis minutos o trajeto total entre a Estação da CPTM e o Terminal 3 do aeroporto. Com a novidade, a previsão é que os passageiros consigam chegar ao aeroporto em 52 minutos a partir da Avenida Paulista e 40 minutos a partir da Estação da Luz. A estação Aeroporto-Guarulhos, da Linha 13-Jade, está localizada a 500 metros de distância do Terminal 1; 1,5 km do Terminal 2 e 2 km do Terminal 3 (Internacional).

Imagem: Lucy Tamborino