Guarulhos inicia o ano com mais de 500 vagas de emprego

Lucy Tamborino

Nesse primeiro mês do ano, o emprego formal em Guarulhos apresentou expansão de um total de 579 vagas novas em quatro setores: na Indústria de transformação, construção civil, serviços e agropecuária. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado ontem pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia.

Já em extrativista mineral, serviços indústrias de utilidade pública, comércio e administração pública foram registrados fechamento de vagas na cidade.

Seguindo a tendência nacional, que fechou quase 66 mil vagas no comércio, o maior saldo negativo de vagas em Guarulhos aconteceu no mesmo setor, onde cerca de 700 vagas foram fechadas, após o período de natal onde o comércio é mais intenso. De janeiro a dezembro de 2018, a cidade somou um total de quase quatro mil novas vagas.

A nível nacional foram registrados abertura de mais de 34 mil postos de trabalho. Esse resultado deve-se a 1.325.183 admissões e de 1.290.870 desligamentos. Nos últimos 12 meses, houve crescimento de 471.741 empregos, representando variação de +1,24%.

Em termos setoriais, houve crescimento em cinco dos oito setores econômicos. Os dados registram expansão no nível de emprego em serviços (43.449 postos), indústria de transformação (34.929 postos), construção civil (14.275), agropecuária (8.328 postos) e extrativista mineral (84 postos).

Três regiões apresentaram saldo de emprego positivo – Sul (41.733 postos, +0,59%), Centro-Oeste (22.802 postos, 0,71%) e Sudeste (6.485 postos, +0,03%) – e duas, saldo negativo Norte (-6.428 postos, -0,36%) e Nordeste (-30.279 postos, 0,48%).

Imagem: Marcello Casal Jr./Agência Brasil