Guarulhos ganha complexo cultural e artístico com o Sesc Guarulhos

Mayara Nascimento

Inaugurado em 11 de maio, o Sesc Guarulhos trouxe artistas para a cidade de diversos gêneros, como Rashid, Pitty, Marcelo D2, Guilherme Arantes, CPM 22, Fundo de Quintal, Planta e Raiz, Sepultura, Zélia Duncan, entre outros.

“O Sesc é muito inclusivo, além de diversos cursos, tem um ótimo ambiente para lazer. A atração da unidade que mais me marcou foi o show do Criolo. Foi emocionante e o melhor de tudo é que o preço foi muito acessível”, comentou Leonardo Herthel, 22 anos, estudante de Letras, que antes buscava arte e cultura fora da cidade.

Com 34,2 mil m², a unidade conta com ginásio poliesportivo, com capacidade de 3.600 pessoas, um teatro, com 349 lugares, além de piscina, restaurante, campo de grama sintética, e sala de ginástica. Uma biblioteca com cinco mil livros, além de jornais e revistas compõe a unidade, como incentivo à prática da leitura.

Entre os destaques estão o Centro de Música e o de Educação Ambiental. O primeiro oferece cerca de 200 instrumentos para cursos, oficinas, vivências e experiências lúdicas acerca do universo sonoro. Já o segundo é um espaço de aprendizado sobre questões socioambientais de Guarulhos e suas inter-relações com os aspectos regionais e globais.

“O Sesc Guarulhos é muito importante para a população, pois antes muita gente não tinha acesso a equipamentos desse nível, e agora tem e nem precisa sair da cidade. É uma oportunidade de termos mais cultura e incentivar os artistas locais”, comentou Lucas Franco, 23 anos, publicitário.

A obra foi iniciada em 2015, contou com cerca de R$ 170 milhões em investimentos e o terreno foi cedido pela prefeitura.