Guarulhos fecha 2018 com queda de 76% em casos de dengue

Lucy Tamborino

O número de casos registrados de dengue na cidade caiu 76% em 2018 em comparação com o ano anterior. Em 2017 foram identificadas 391 pessoas com a doença, já em 2018 o total foi de 90. Apesar da significante queda nas ocorrências, ocorreu um óbito.

Nesse ano, até ontem, apenas um caso da doença havia sido confirmado. Já de chikungunya, foram registradas nove pessoas com a doença no ano passado e 15 em 2017. Nesse ano não há ocorrências da doença.

A febre amarela foi a que mais levou pessoas a óbito nos últimos dois anos. Dos 56 casos confirmados em 2018, 28 morreram. No total foram notificadas 195 suspeitas da doença. Já em 2017, dos 15 casos de febre amarela, cinco foram confirmados e dois resultaram em óbito.

Dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela quatro doenças distintas, mas, em comum o contágio pela picada do mosquito Aedes aegypti. Os focos de água parada podem ser alvos de criadouro para o mosquito, assim contribuindo para proliferação da espécie e, consequentemente, das doenças causadas.

Alguns cuidados devem ser tomados para evitar água parada como: tampar os tonéis e caixas d’água, manter calhas sempre limpas, deixar garrafas sempre viradas com a boca para baixo, manter lixeiras bem tampadas, retirar água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa, entre outras medidas.

Imagem: Divulgação/Fiocruz