Guarulhos fecha 2018 com quase 60 mil microempreendedores

Lucy Tamborino

Guarulhos registrou um total de 58.522 mil pessoas cadastradas como Microempreendedores Individuais (MEIs) até o final do ano passado. O número representa 702 novas aberturas em relação a 2017, quando foram contabilizados 57.820 MEIs.

Beleza, alimentação, confecção e venda de roupas são as áreas em que os guarulhenses mais tem se cadastrado neste quesito. Para lidar com essa demanda os cidadãos podem contar com um Fácil Empresarial, na avenida Monteiro Lobato, 734, no Macedo. O prédio é anexo ao Centro Municipal de Educação Adamastor. O atendimento é realizado nos cinco dias úteis da semana, das 8h às 16h30.

Para se tornar um Microempreendedor Individual é necessário faturar até R$ 81 mil por ano, ou seja, equivalente a R$ 6.750,00 por mês. Outra condição é não ter participação em outra empresa como sócio ou titular, além disso, só é permitido no máximo um empregado contratado que receba o salário-mínimo ou piso da categoria.  A única despesa, além dos gastos com o empreendimento, é o pagamento mensal do Simples Nacional. O valor, que não ultrapassa R$ 60, é dividido por categorias: comércio ou indústria, prestação de serviços ou comércio e serviços juntos.

Entre os benefícios do MEI estão direito a auxílio-maternidade e afastamento remunerado por problemas de saúde, além de aposentadoria. Com o enquadrado no Simples Nacional, o cidadão fica isento dos tributos federais, como Imposto de Renda.

Imagem: Lucy Tamborino