Guarulhos está entre as cidades mais desiguais no acesso a emprego

Assunto: Calçadão D.pedroll Local: Centro Data: 24.09.2019 Foto: Fabio Nunes Teixeira

Da Redação

Estudo mostra que Guarulhos é a 10ª cidade mais desigual do país quando o assunto é o acesso a emprego. No município, os 10% mais ricos têm mais quase três vezes mais empregos disponíveis a uma distância de 30 minutos de caminhada de onde moram que os 40% mais pobres.

A informação está em diagnóstico apresentado ontem pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea). O levantamento aponta que o acesso a educação, emprego e saúde nas 20 maiores cidades brasileiras se dá de forma desigual quando são analisadas pessoas de diferentes faixas de renda e grupos raciais.

Segundo o geógrafo do Ipea Rafael Pereira, o estudo mostra que há um padrão: pessoas brancas e de renda mais alta têm acesso a essas oportunidades e serviços mais próximos de casa. “Seja caminhando a pé, seja de transporte público, ou de bicicleta, essas pessoas têm facilidade muito maior de acessar oportunidades de emprego, saúde e educação. Essas desigualdades variam muito entre cidades no Brasil, mas são marcantes em praticamente todas as cidades”, afirma ele, que trabalhou em parceria com o Instituto de Políticas de Transporte & Desenvolvimento.

De acordo com o pesquisador, as oportunidades de emprego estão concentradas nos centros urbanos, exigindo maiores deslocamentos e provocando maiores desigualdades. O estudo aponta São Paulo como o município mais desigual do país, onde os 10% mais ricos têm mais que nove vezes mais empregos disponíveis a uma distância de 30 minutos de caminhada de onde moram que os 40% mais pobres.

Imagem: Fábio Nunes Teixeira/PMG