Guarulhos é a 61ª cidade mais violenta do estado

Rio de Janeiro - Campanha contra homicídios de jovens negros pinta centenas de silhuetas de corpos no chão do Largo da Carioca (Fernando Frazão/Arquivo Agência Brasil)
- PUBLICIDADE -
Corrida Folha Metropolitana

Lucy Tamborino

Guarulhos é 61ª cidade mais violenta do estado é o que aponta o Índice de Exposição à Criminalidade Violenta (IECV), produzido pelo Instituto Sou da Paz a partir de indicadores da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo.

De acordo com a análise mais recente referente ao ano de 2018, o IECV no município caiu 25% saindo de 24,1 em 2017 para 17,9 – o menor índice desde 2014. Os números ainda demonstram que a probabilidade de sofrer um estupro é maior na cidade.

A cidade recebeu 33,5 no IECV de crimes contra dignidade sexual (estupro), já nos outros dois itens avaliados a tendência foi menor recebendo 13,5 para crimes letais (homicídio e latrocínio) e 11,2 daqueles contra o patrimônio (roubo – outros, roubo de veículo e roubo de carga). O IECV de crimes contra dignidade sexual é maior até do que a capital, que registrou 25,6 no mesmo período.

Ao todo 139 municípios paulistas foram avaliados, já que apenas cidades com mais de 50 mil habitantes compõe o estudo.

As três cidades com maior probabilidade de crimes violentos na média geral, são Itanhaém, Lorena e Guaratinguetá, com 48,8;46,3 e 40,7 respectivamente. Já as mais seguras são Vinhedo com 5,9, São José do Rio Pardo com 6 e São Caetano do Sul com 6,6.

Em todo o estado de São Paulo, o risco de sofrer um crime violento em 2018 caiu em 79 dos 139 municípios paulistas, o que representa queda de 57%, em relação a 2017. O índice foi criado para facilitar uma avaliação que agregue várias dimensões da violência e da segurança pública no estado de São Paulo, agregando diferentes tendências criminais e permitindo uma comparação das estatísticas.

Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil

- PUBLICIDADE -