Guarulhos apresenta saldo positivo na geração de empregos formais no primeiro trimestre do ano

Da Redação

A Secretaria de Trabalho de Guarulhos lançou ontem o Relatório Conjuntural do Mercado de Trabalho Formal em Guarulhos para o primeiro trimestre deste ano. Segundo a publicação, que faz parte do Observatório do Mercado de Trabalho de Guarulhos (OMT-GRU) e tem base nos registros administrativos do Caged (Cadastro Administrativo Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho), Guarulhos apresentou saldo positivo na geração de empregos formais no primeiro trimestre de 2018, com novas 1.469 vagas.

Nesse período, constataram-se o crescimento dos vínculos formais em ambos os sexos; o rejuvenescimento da força de trabalho com o aumento da participação dos trabalhadores de até 29 anos no estoque de vínculos formais; a vantagem comparativa dos trabalhadores mais escolarizados no incremento do estoque no mercado formal.

O documento destaca que entre as 20 funções com maiores saldos, as profissões ligadas à Construção Civil tiveram salários de admissão superiores aos de desligamento. Outra informação relevante é de que as pequenas empresas lideram a geração de empregos com carteira assinada na cidade no primeiro trimestre deste ano.