Guarulhos apresenta na ONU projetos de incentivo à leitura, acesso à informação e formação de pensamento crítico


Sob o tema “Paradigma das Cidades de Alfabetização em Mídia e Informação”, o prefeito de Guarulhos, Guti, apresentou nesta quarta-feira (29) projetos da cidade voltados à educação, ao incentivo à leitura e à formação do pensamento crítico de estudantes da rede municipal, além de métodos tecnológicos utilizados para promover o diálogo constante com a população, no Fórum Urbano Mundial 11 (WUF 11) da Organização das Nações Unidas (ONU) em Katowice, na Polônia, que será encerrado nesta quinta-feira (30).

A apresentação expôs diversos departamentos do governo municipal que estão engajados no desenvolvimento de projetos voltados à informação. Na educação, por exemplo, são criados espaços digitais e físicos para incentivar a leitura. De acordo com Guti, ler é um hábito reconhecido pelo time de educadores como um dos mais importantes para o desenvolvimento do pensamento crítico e independente.

O programa Minha Sala de Leitura foi um dos destaques, contabilizando mais de 500 mil livros entregues de 2018 até 2021 com o intuito de assegurar aos alunos da educação infantil, fundamental e de jovens e adultos o acesso a obras literárias em salas com Wi-Fi. Guarulhos dispõe também de 23 espaços em Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) com diversos títulos à disposição da população, por meio da iniciativa Livros Livres Voam. “Cerca de 30 mil leitores aproveitam os projetos todo mês, seja rotineiramente ou nas diversas atividades gratuitas e abertas à comunidade”, disse Guti.

Atualmente consolidado como política pública, o programa Saberes em Casa foi iniciado na pandemia e trabalhou propostas educativas por meio de ações na TV (em canal aberto), jogos, vídeos no YouTube, biblioteca virtual e roteiros de aprendizagem. Ele já acumula mais de 4 milhões de visualizações e 585 aulas publicadas com o envolvimento de 52 profissionais. 

Aproximar o munícipe da informação de utilidade pública, dos projetos municipais e de processos que contam com a participação popular é um dos objetivos do governo. Para isso, um time especializado responde e encaminha diariamente centenas de demandas enviadas por moradores nos canais digitais oficiais.

“A tecnologia é nossa aliada e possibilita encaminharmos mais de 500 comunicados à imprensa por mês e chegamos a realizar mais de 260 transmissões ao vivo para atualizar os cidadãos sobre a pandemia entre março e dezembro de 2020”, pontuou o prefeito.

Foram abordados também durante o fórum os planos para o fortalecimento do conceito de cidade inteligente, como a instalação de fibra ótica conectando os prédios públicos da cidade, a ampliação do Wi-Fi para 100% dos ônibus e a revisão da legislação sobre antenas em preparação para a chegada do 5G.

Fórum Urbano Mundial 11 da ONU

O fórum é maior conferência global sobre o futuro das cidades, com a participação de 18,5 mil inscritos de 160 países. Estão presentes prefeitos, legisladores, ministros, acadêmicos, empresários, líderes comunitários e planejadores urbanos. 

A ida de Guti à Polônia é mais um convite para um evento importante. No início de junho ele esteve, a convite da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), no Smart City Expo Latam Congress, no México. A FNP, inclusive, participa do fórum da ONU em Katowice.

Já em maio o prefeito participou de reunião na Câmara de Comércio da Flórida, nos EUA. Todas as viagens foram bancadas pelos promotores dos eventos, sem utilização de recursos públicos da Prefeitura de Guarulhos.

- PUBLICIDADE -