Guarulhos apresenta melhora em ranking de perdas de água

Da Redação

Guarulhos apresentou significativa melhora no quesito perdas de água. A constatação faz parte de estudo divulgado ontem pelo Instituto Trata Brasil, em parceria com a GO Associados. Segundo o levantamento, que analisou dados de 2016, a cidade registra índice de perdas na distribuição de 18,13%. Em 2013, o índice era de 35%.

Embora tenha apresentação considerável redução, os números da cidade devem ficar ainda melhores a partir deste ano. Isso porquê em maio o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Guarulhos começou a instalar equipamentos que, entre outras vantagens, irão diminuir a perda de água por vazamentos em diversas regiões da cidade. O primeiro bairro a receber o benefício é o Jardim Normandia, nos Pimentas.

No total serão 30 equipamentos instalados em 27 bairros até o final do ano. Após serem instalados todos os equipamentos, a previsão do Saae é que, já em 2019, sejam economizados 6.840.000 m³ de água, o que corresponde a quase 7 bilhões de litros ao longo do ano. Os equipamentos atuam reduzindo a pressão da água onde ela é excessiva, ou seja, não irão prejudicar o abastecimento na cidade. Com a pressão reduzida, os vazamentos são menores.

O levantamento aponta que em 2016 o país desperdiçou 38% da água potável (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento – SNIS), o que significou quase sete mil piscinas olímpicas de água potável perdidas todos os dias e uma perda financeira acima dos R$ 10 bilhões/ ano. São vazamentos nas tubulações, erros de leitura de hidrômetros, roubos e fraudes, etc. O mais preocupante é que este indicador não tem melhorado, ao contrário, os números mostram que as perdas crescem ao longo do tempo.

Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas