Guarulhos apresenta documento com a reelaboração da proposta curricular

Da Redação

A programação de atividades do Diálogos em Rede, que aconteceu ao longo desta segunda-feira (9) no Teatro do Adamastor Centro, contou com a apresentação do documento de Reelaboração da Proposta Curricular – Quadro de Saberes Necessários (QSN). Nesta edição, que vai até a próxima sexta-feira (13), o Diálogos em Rede aborda temas ligados ao currículo e à educação integral.

Na ocasião, estiveram presentes o prefeito Guti, o secretário de Educação, Paulo Matheus, o subsecretário Fernando Moraes, a diretora do Departamento de Orientações Educacionais e Pedagógicas (Doep), Solange Turgante, o Grupo de Trabalho Currículo e demais profissionais da educação.

Para Guti, a educação é essencial no desenvolvimento da sociedade. Adequar o currículo para garantir a equidade e a qualidade na rede municipal de educação é um compromisso da atual gestão. “Este currículo vai sustentar a educação de Guarulhos por muitos anos. Vocês, educadores, fazem parte disso e construíram esse currículo. Este é um momento único que nos dá muito orgulho do trabalho realizado. Com grande dedicação, vocês são responsáveis por construir um legado para as nossas crianças”, comemorou.

A reelaboração da proposta curricular, realizada ao longo dos dois últimos anos, atende à Resolução CNE/CP nº 2, de 22 de dezembro de 2017, que institui a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e traz como fundamento e pressuposto uma educação que priorize a cidadania, os direitos humanos, o diálogo, a formação integral e a participação de todos na educação de crianças, jovens e adultos.

De acordo com o secretário Paulo Matheus, o documento vai nortear as práticas pedagógicas, a formação dos educadores e a implementação de políticas públicas pautadas numa concepção de educação que reafirme o papel político, social e cultural da instituição escolar. “A proposta curricular de Guarulhos foi construída de forma democrática e colaborativa com a participação efetiva do Grupo de Trabalho do Currículo, com a colaboração de profissionais da educação e membros da comunidade. Um marco para educação da cidade” destacou o secretário.

Além da apresentação do documento, a segunda-feira foi marcada por apresentações culturais, mesas-redondas, roteiros socioambientais, relatos de experiências, mostras de artes, debate sobre filmes e rodas de conversa, em uma intensa programação que se estende até sexta-feira (13), quando os participantes se reúnem no Adamastor a partir 8h30.

Carlos Eduardo Fernandes Junior, pedagogo, pesquisador e coordenador pedagógico da Emef Infante Dom Henrique, futura Emef Escritora Carolina Maria de Jesus/Espaço de Bitita, localizada na região do Canindé, zona norte da capital, palestrou sobre a autonomia e o desafio dos educadores na construção de um currículo pautado na educação integral. A conferência foi traduzida em Libras (Língua Brasileira de Sinais) pelos intérpretes Roberto Cardoso e Raquel Rodrigues e transmitida ao vivo pelo YouTube, e pode ser assistida através do link https://www.youtube.com/watch?v=4TdCxj68mkw&feature=youtu.be.

Para conferir a programação completa do Diálogos em Rede, acessehttp://portaleducacao.guarulhos.sp.gov.br/portal/?pagina=apresentacao&txtTemaSigla=EDUCACAO&txtCategoriaSigla=DER&txtCategoriaTituloSetar=Di%C3%A1logos+em+Rede.

Imagem: Eduardo Calabria/PMG
Fonte: Prefeitura de Guarulhos