Guarulhos antecipa vacinação de profissionais da Educação contra a covid

Pessoas com comorbidades e com deficiência permanente (BPC) de 30 anos ou mais também já começaram a ser imunizadas
Professores e profissionais da Educação começam a ser vacinados contra a covid-19 a partir de segunda-feira (07) em Guarulhos. A partir desta quarta-feira (2), eles já poderão acessar o sistema GRU Vacina online para efetuar seu cadastro e agendar sua imunização em uma das 66 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade que estão disponibilizando as doses. 
Primeiramente serão liberadas as doses para os trabalhadores das creches e pré-escolas. Na semana seguinte, a partir do dia 14, já poderão ser vacinados os profissionais do Ensino Fundamental. Para os demais grupos, o cronograma será divulgado em breve. Nesta terça-feira (1º), as pessoas com comorbidades e com deficiência permanente (BPC) de 30 anos ou mais também já começaram a ser imunizadas na cidade. 
Profissionais de Educação contempladosDe acordo com o informe técnico estadual, os profissionais da Educação elencados para a Campanha de Vacinação contra a covid-19 são todos os professores, incluindo coordenador pedagógico, de Educação Básica (anos iniciais e finais, Ensino Médio e Infantil), diretor e vice diretor de escola, supervisor de ensino, secretário de escola, assistente de alfabetização (monitor), merendeira, inspetor de alunos, cuidador ou intérprete de libras, faxineira e auxiliar de serviços gerais.No ato da vacinação, eles deverão comprovar a vinculação ativa do trabalhador com a instituição de ensino da cidade. Para tanto, precisam apresentar: declaração da instituição de ensino em papel timbrado, CNPJ, dados pessoais (nome, data de nascimento e CPF), cargo/função, endereço da instituição no município de Guarulhos e assinatura do responsável.A antecipação da vacina para profissionais da Educação está respaldada pela Nota Técnica nº 717/2021, de 28 de maio, do Ministério da Saúde. Em reunião da Comissão Integestores Triparte (Ministério da Saúde, Estados e Municípios) foi pactuado por se iniciar a vacinação dos trabalhadores da educação de maneira concomitante com o seguimento do plano e de forma escalonada.O Ministério da Saúde, de acordo com a Nota Técnica, justifica a antecipação da vacinação para este grupo devido aos importantes impactos sociais ocasionados pela covid-19 na educação infantil com a necessidade de volta às aulas presenciais. A Nota ressalta, ainda, que as creches e escolas contribuem não apenas para a educação, mas também para a segurança alimentar das crianças, cumprindo ainda outras atribuições sociais importantes.