Guarulhense vai disputar Sul-Americano de Caratê no Equador e sonha com Olimpíada

Rômulo Magalhães

A carateca guarulhense Giovanna Rabello vai disputar o Campeonato Sul-Americano pela categoria kata Junior, defendendo a Seleção Brasileira. A competição ocorrerá de 23 a 29 de abril, em Guaiaquil, no Equador. Para chegar ao torneio internacional, Giovanna venceu a Seletiva Nacional 1 de base, disputada em João Pessoa (PB) no dia 28 de fevereiro.

Com apenas 17 anos e já detentora de títulos importantes como o Campeonato Paulista e o vice-campeonato Mundial de Combat Games, em Agra, na Índia, Giovanna sonha em disputar os Jogos Olímpicos. “Eu já componho o Projeto Olímpico de São Paulo e estamos buscando vagas nas Olimpíadas de 2020, em Tóquio. É o nosso foco”, declarou.

O caratê virou modalidade olímpica no final de 2016. Além de Giovanna, Guarulhos conta com mais atletas com chances de disputar os Jogos Olímpicos de 2020. Os caratecas Rachel Finotti, e Vinicius Nakamura também fazem parte do Projeto Olímpico, promovido pela Confederação Brasileira da modalidade, e podem embarcar para Tóquio daqui há dois anos.

Kata – é uma sequência de movimentos (técnicas de ataque e defesa) cujo objetivo é proporcionar ao praticante o aprendizado mais aprofundado da arte e, simultaneamente, experiência de luta.

Foto: Divulgação