Green Book é o melhor filme no Oscar 2019; Bohemian Rhapsody, o mais premiado

Da Redação

O filme “Green Book: O Guia”, do diretor Peter Farrelly, foi escolhido como o Melhor Filme na cerimônia do Oscar 2019, realizada no último domingo (24), em Los Angeles.

A obra concorreu a cinco categorias, e venceu em três: além de Melhor Filme, faturou as estatuetas de Melhor Ator Coadjuvante, com Mahershala Ali, e de Melhor Roteiro Adaptado.

Embora tenha vencido a principal categoria do Oscar 2019, o filme não foi o mais premiado da noite. A honra coube a “Bohemian Rhapsody”, a biografia da banda britânica de rock Queen, que venceu em quatro categorias: Melhor Montagem, Melhor Edição de Som, Melhor Mixagem de Som e Melhor Ator, com Rami Malek.

Assim como “Green Book: O Guia”, “Roma” e “Pantera Negra” também conquistaram três estatuetas. O filme mexicano conquistou os prêmios de Melhor Diretor (Alfonso Cuarón), Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Fotografia. Já “Pantera Negra” foi escolhido como Melhor Figurino, Melhor Design de Produção e Melhor Trilha Sonora.

O prêmio de Melhor Maquiagem foi para “Vice”, que conta a história do ex-vice-presidente dos Estados Unidos Dick Cheney. Já “Roma” levou a estatueta de Melhor Fotografia. O prêmio de Efeitos Visuais foi para “O Primeiro Homem”, sobre o astronauta Neil Armstrong.

A favorita Lady Gaga conquistou o Oscar 2019 de Melhor Canção Original, com “Shallow”, do filme “Nasce Uma Estrela”. Além de ter composto e ser a intérprete da música, Gaga também é a protagonista do filme, ao lado de Bradley Cooper (que também dirige a obra). 

A britânica Olivia Colman, de 45 anos, ganhou o prêmio de Melhor Atriz como protagonista de “A Favorita”, do grego Yorgos Lanthimos, interpretando uma perturbada rainha inglesa do século XVIII.

Imagem: Divulgação