Governo entrega moradias e libera recursos para obras de infraestrutura urbana

O governador Rodrigo Garcia visitou neste sábado (11) as obras do Programa Viver Melhor em Santo André. Na ocasião, Rodrigo entregou os primeiros 103 domicílios já recuperados do bairro Jardim Santo André. Durante o evento, o governador também autorizou pacote de obras de infraestrutura urbana de R$ 49,1 milhões e autorizou repasse de R$ 70 milhões para a construção do piscinão do Parque da Juventude e liberou.

“Como governador de São Paulo eu afirmo que governar não é uma tarefa individual, é uma tarefa coletiva, juntando os moderados, aqueles que têm responsabilidade e a sociedade civil, que tem um papel fundamental para o desenvolvimento de uma nação, mas acima de tudo preservando valores e atitudes que fizeram com que o nosso estado desse certo”, disse Rodrigo Garcia.

Em Santo André, R$ 5,4 milhões foi investido no Programa Viver Melhor. Até setembro deste ano, outras 261 casas do mesmo núcleo também estarão recuperadas, sem custos para as famílias da região.

Viver Melhor

A iniciativa promove a recuperação completa de domicílios em inadequação habitacional e em assentamentos precários situados em áreas regularizadas ou passíveis de regularização, exceto locais de risco e de proteção ambiental, para aprimorar as condições de habitabilidade, salubridade e acessibilidade às famílias com renda de até cinco salários-mínimos que residam em domicílios considerados inadequados.

Os serviços executados pela CDHU abrangem tanto serviços internos como externos, com a colocação de piso, revestimento, instalação de esquadrias, impermeabilização, restauração de telhados, reparos de drenagem, instalações elétricas e hidráulicas, conexão com rede de água e esgoto, melhorias em acessos e áreas comuns do núcleo habitacional, entre outros. As fachadas das casas também são recuperadas e ganham pintura colorida projetada para revitalizar a paisagem local.

O programa já está em implantação nas comunidades de Heliópolis e Paraisópolis, na capital paulista, em São Bernardo do Campo, Diadema, Mairiporã, Sorocaba e mais nove cidades do interior paulista. Todos os serviços de melhoria habitacional são executados pela CDHU, da Secretaria Estadual da Habitação. A meta é reformar, nesta primeira etapa, 17,5 mil domicílios com investimentos de R$ 350 milhões.

Pacote de obras

O governador Rodrigo Garcia formalizou cinco convênios entre a Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) e a prefeitura, totalizando cerca de R$ 49,1 milhões.

Do montante anunciado, R$ 20 milhões serão destinados para obras de recapeamento asfáltico em diversas vias e bairros da cidade; R$ 15 milhões para construção de um Centro Olímpico de Skate; R$ 7,2 milhões para reforma do Teatro Municipal; R$ 4,6 milhões para a reforma do Centro de Saúde Escola; e outros R$ 2,3 milhões para reforma da Unidade de Saúde Cidade São Jorge.

Em fevereiro de 2022, a SDR firmou convênio com a prefeitura de Santo André, no valor de R$ 25 milhões e contrapartida municipal de R$3,9 milhões, para obras de recapeamento, pavimentação asfáltica e recuperação do sistema de drenagem na Avenida dos Estados – pista 01 no sentido Mauá e pista 02 no sentido São Caetano do Sul. Essa via tem grande importância para a região, servindo como uma das principais ligações da capital (onde é denominada Avenida do Estado) com o ABC paulista. Nas margens do Rio Tamanduateí, ela corta as cidades de São Caetano do Sul, Santo André e Mauá.

Piscinão

Durante agenda em Santo André, foi assinado convênio para o repasse de R$ 70 milhões para a construção do piscinão do Parque da Juventude Ana Maria Brandão, localizado no Jardim Ipanema. Ficará a cargo da Prefeitura a realização das obras, que devem durar cerca de 24 meses, a partir da conclusão da licitação.

Com capacidade para armazenar mais de 194 mil m³ de água, o reservatório irá reduzir as inundações e minimizar os impactos provocadas pelas cheias do Córrego Guarará, integrante da Bacia do Rio Tamanduateí. A obra irá beneficiar 125 mil habitantes, o que corresponde a 17% da população de Santo André.

O repasse disponibilizado pelo Governo do Estado será somado aos próprios recursos da Prefeitura, cerca de R$ 20 milhões, e ao financiamento externo do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) de R$ 190 milhões, totalizando os R$ 280 milhões necessários para a execução das obras.

- PUBLICIDADE -