Governo de SP autoriza início das obras de ampliação da Linha 2-Verde até Penha

Da Redação

O Governador João Doria e os Secretários dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, emitiram nesta sexta-feira (17), no Palácio dos Bandeirantes, ordem de serviço para o início imediato das obras de ampliação da Linha 2-Verde do Metrô, que ligará a Vila Madalena até Penha. Esta etapa deve ser concluída em 2026, conectando o ramal à Linha 3-Vermelha. Os trabalhos vão envolver a construção de mais 8,3 km e oito novas estações.

“É uma retomada, é o início da ampliação desta linha, com novas estações cruzando a zona leste da capital, beneficiando mais de 300 mil passageiros por dia”, disse Doria.

Em 2019, esse projeto foi retomado pelo Governo de São Paulo, com a reativação dos contratos para a elaboração dos projetos executivos e o posterior início das obras. Os trabalhos começarão com a montagem dos canteiros de obras e preparação para as escavações e construção dos túneis e poços de ventilação, além das oito novas estações: Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva e Penha.

“Hoje nós estamos autorizando a ordem de serviço para os lotes 1, 3 e 4, que compreendem o trecho 1 da construção da extensão da Linha 2-Verde, tornando-a a mais extensa linha metroviária de São Paulo e passará a transportar mais de um milhão de passageiros diariamente”, disse Baldy.

Serão investidos R$ 6 bilhões em recursos exclusivos do Estado para a elaboração dos projetos, desapropriações e execução das obras civis deste trecho. Também está incluso neste valor a aquisição de 22 novos trens para a Linha 2, portas de plataforma, sistemas de alimentação elétrica, sinalização e controle, que serão licitados pelo Metrô.

Com o novo trecho, será possível transportar diariamente cerca de 300 mil pessoas a mais na Linha 2-Verde, promovendo a conexão direta com as linhas 3-Vermelha, 11-Coral (CPTM) e 15-Prata, além de facilitar o trajeto de quem vem da zona leste com destino às regiões da Paulista, sul e sudoeste da capital. Também é estimada a melhora na distribuição dos passageiros pela rede de transporte sobre trilhos, em especial nas linhas 3-Vermelha e 1-Azul.

Quando concluída a extensão até Penha, a Linha 2-Verde terá 23 km de extensão, com 22 estações desde a Vila Madalena. Passará a ser a linha de metrô mais extensa de São Paulo, conectando-se diretamente com as linhas 1-Azul (Paraíso e Ana Rosa), 3-Vermelha (Penha), 4-Amarela (Paulista), 5-Lilás (Chácara Klabin), 15-Prata (Vila Prudente) e 11-Coral (Penha), transportando mais de 1,1 milhão de pessoas por dia.

Futuramente, a Linha 2 será ampliada até Guarulhos. O Metrô está avançando com as desapropriações que vão permitir a elaboração dos projetos executivos e as obras. Esse projeto contempla mais 5,9 km e cinco estações no trecho Penha-Dutra com as estações Penha de França, Tiquatira (conexão com as linhas 12-Safira e 13-Jade), Paulo Freire, Ponte Grande (primeira em Guarulhos) e Dutra, próxima ao Shopping Internacional de Guarulhos e um pátio de manutenção e estacionamento de trens.

Imagem: Governo do Estado de São Paulo

- PUBLICIDADE -