GCM realiza manobra de Heimlich e salva bebê de 25 dias com engasgo

Agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarulhos socorreram um bebê de 25 dias asfixiado com leite materno na noite de terça-feira (21), na unidade operacional do Jardim City, após a mãe da criança buscar ajuda em desespero. Imediatamente foi iniciada a manobra de Heimlich, que obteve sucesso com a reanimação e o choro do recém-nascido.

Nomeada em homenagem ao médico norte-americano Henry Heimlich, a manobra consiste em fazer pressão sobre o diafragma da pessoa engasgada, o que provoca uma tosse forçada que deve expelir o objeto da traqueia da vítima.

Após o sucesso da manobra, a mãe e o bebê foram conduzidos à UPA Paulista na viatura da GCM com sinalização de emergência (sinais luminosos e sonoros acionados) e chegaram à unidade de saúde em três minutos, onde foram recepcionados pela equipe médica, que iniciou o atendimento especializado. Após algumas horas foi descartado o risco de morte da criança e seu quadro estabilizou, mas permaneceu internado e em observação. Aliviada, a mãe agradeceu às equipes e pôde descansar.

O efetivo da GCM é treinado para prestar atendimento pré-hospitalar em diversas situações até a chegada do socorro especializado. A manobra de Heimlich é um diferencial dessa qualificação, pois pode salvar com agilidade a vida de pessoas em situações em que a obstrução das vias respiratórias é grave e potencialmente fatal.

Para que os agentes mantenham-se atualizados sobre as técnicas, as aulas de atendimento pré-hospitalar são ministradas anualmente por dois guardas enfermeiros no curso de qualificação profissional.

A Central de Atendimento da GCM pode ser acionada pelo telefone 153, que funciona 24 horas, todos os dias da semana.

- PUBLICIDADE -