GCM de Guarulhos resgata tucano ferido gravemente por linha cortante com cerol


A Inspetoria Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarulhos resgatou na manhã desta sexta-feira (8) um tucano-toco que se debatia envolto em linhas de pipa com cerol no quintal de uma residência na rua Marcelino Petito, Vila Carioca, após acionamento pelo morador. Com cuidados especializados, os agentes conseguiram resgatar a ave e acondicioná-la em uma caixa de transporte adequada para levá-la ao Zoológico Municipal.

A ave sofreu um corte profundo na asa direita, passou por cirurgia e está em repouso. De acordo com o veterinário Gilberto Junior, não há garantia de que o tucano sobreviverá ou que voltará a voar. “A área machucada é muito extensa e o ferimento chegou a alcançar a musculatura e vasos sanguíneos. Faremos a reposição do sangue perdido e seguiremos com o tratamento”, explicou.

Este é o 16º pássaro atendido neste ano pelo zoológico por ferimentos causados por linha cortante de pipa. Algumas dessas vítimas não chegam a sobreviver. “Caso a ave viva, mas não consiga voar novamente, não pode retornar à natureza e será mantida por nós ou outro órgão capacitado”, explica Junior.

O uso de linhas cortantes para pipa é crime previsto pela lei estadual 17.201/2019, bem como a posse, fabricação e comercialização desses produtos. Em Guarulhos, a lei 7.302/2014 define que os comerciantes das substâncias e seus usuários podem pagar multa de até 1,4 mil reais.

- PUBLICIDADE -