GCM Ambiental apreende 29 pássaros no Cabuçu

Da Redação

Acionada pelo telefone 153 da Central de Atendimento da Guarda Civil Municipal (GCM), a Inspetoria de Patrulhamento Ambiental apreendeu na última segunda-feira (01), na região do Cabuçu, 29 pássaros de diferentes espécies. 

A denúncia levou os guardas a uma residência, aonde encontraram 20 pássaros, sendo 14 coleirinhos, um bigodinho, quatro pixarros e um sabiá-laranjeira. Desse total, 14 aves possuíam anilhas, mas todas adulteradas. A anilha é um pequeno anel que serve para identificar e monitorar animais tanto criados em cativeiro como livres na natureza. Os pássaros apreendidos estavam em gaiolas em precário estado sanitário e com sinais de maus tratos.

Numa outra residência na mesma região, os GCMs encontraram mais nove pássaros, sendo  seis sabiás-laranjeira, um pássaro-preto, um bem-te-vi e um sanhaço-comum. Os donos das aves foram conduzidos à Delegacia de Investigação de Crimes contra o Meio Ambiente, onde foi lavrada ocorrência para abertura de inquérito policial e assinado Termo de Compromisso para liberação dos autores.

Os pássaros foram encaminhados ao Centro de Recuperação de Animais Silvestres (CRAS), situado no Parque Ecológico do Tietê, onde foi emitida a ficha de controle de entrega de animais, com o registro de sinais de maus-tratos e tentativa de adulteração de anilhas.

O Patrulhamento Ambiental atua em defesa do meio ambiente e no combate a crimes contra a fauna silvestre, como a captura ilegal, venda ou guarda de espécimes na natureza, e em casos de maus tratos. Atua também no resgate de animais silvestres encontrados na área urbana e sua devolução ao seu verdadeiro habitat.

Serviço:
Denúncias podem ser feitas junto à Central de Atendimento da GCM pelos telefones 153 e 2475-9444.

Imagem: Sidnei Barros/PMG