Fogos de artifício barulhentos estão proibidos em Guarulhos

Lucy Tamborino

O prefeito Guti sancionou ontem a lei que proíbe queimar fogos de artifício que causem poluição sonora, como estouros e estampidos, bombas, busca-pés, morteiros ou outros fogos perigosos. A partir de agora os cidadãos da cidade já podem ser autuados e multados pela infração, porém o valor da multa ainda não foi divulgado.

“É um dia histórico para de Guarulhos, que se torna uma das primeiras cidades do Brasil a promulgar esse tipo de lei. Assinamos simbolicamente uma representação da evolução da humanidade, uma vez que são necessárias mudanças de posturas e de ação efetiva para preservar a qualidade de vida das pessoas e dos animais. Quando constatamos os malefícios, precisamos corrigi-los”, afirmou

As denúncias podem ser feitas por dois canais conforme o prefeito Guti. “Diretamente na nossa ouvidoria e também na Secretaria de Desenvolvimento Urbano. Lembrando que é muito importante que os moradores da cidade se engajem nisso, quando perceberem que está havendo a soltura desses fogos de artifício com estampido eles devem monitorar e nos acionar através dos canais competentes para fazermos as autuações necessárias”, explicou o prefeito que destacou que a fiscalização possivelmente ficará a cargo da SDU.

Já o vereador Eduardo Carneiro (PSB), autor do projeto de lei, destacou que é dever de todos o conhecimento das leis do munícipio. “A parte mais difícil eu acredito que começa agora que é a fiscalização e a aplicabilidade”, analisou.

O objetivo da medida é garantir o bem-estar da população em geral, em especial dos idosos, doentes, crianças e animais domésticos, prejudicados pela poluição sonora causada pelo uso indevido de fogos de artifício.

Imagem: Lucy Tamborino