FIG-Unimesp realizará mais uma edição do ‘Dia Feliz’

Da Redação

“Era Digital” é o tema do XVII Dia Feliz que o Centro Universitário FIG-Unimesp promove, em 29 de novembro. O grande evento solidário beneficiará, neste ano, 5.500 crianças carentes, de quatro a 11 anos de idade, oferecendo a elas um dia repleto de atividades lúdicas, ação cidadã, atrações musicais, leitura, acesso à rede mundial de computadores, lanche, almoço e brinquedos.

Toda a estrutura é viabilizada por meio de donativos dos alunos, funcionários, professores, poder público e sociedade civil. “É a união de forças e o desprendimento de todos os envolvidos que viabilizam a realização desta iniciativa. São 17 anos ininterruptos e mais de 43 mil crianças assistidas”, declara a coordenadora do Curso de Direito do Centro Universitário FIG-UNIMESP, Ossana Chememian Tolmajian, acrescentando que a proposta está alicerçada no artigo 205 da Constituição Federal, que institui a educação como direito de todos e sua promoção como responsabilidade do Estado, da família e da sociedade.

A escolha de um tema centrado na tecnologia se justifica, uma vez que a formação cidadã exige a inclusão digital dos mais carentes. Levá-los a participar da chamada Sociedade da Informação é um desafio crescente. Na atualidade, além da interação humana, é necessário dominar o acesso às tecnologias da informação para que, então, seja possível produzir e disseminar conhecimento.

O evento será realizado no Campus II do Centro Universitário FIG-UNIMESP – Av. Júlio Prestes, 89 – Torres Tibagy – Anel Viário. Mais informações pelo telefone. 35440333 R. 248 e-mail: coord.direito@fig.br  e pelo site www.fig.br

Colégio CIG

O Colégio Integrado de Guarulhos (CIG) investe dia após dia na formação de seus profissionais visando o melhor preparo dos seus alunos. Afinal, é por meio da educação que se poderá verdadeiramente transformar o mundo em um lugar melhor. Pensando nisso, o colégio também investe em tecnologia. Para 2020, as salas do Ensino Médio contarão com projetores fixos em sala de aula e computadores com acesso à internet, para que os professores possam trabalhar de maneira mais interativa com os alunos: é preciso conectar a sala de aula ao mundo.

Nessa mesma vertente, a escola investe em projetos como o de Robótica. Assim, favorece a interdisciplinaridade e promove a integração de conceitos de diversas áreas do conhecimento, a exemplo da matemática, física, eletricidade, mecânica, linguagem – do planejamento passando pela organização e estruturação até a finalização do projeto. O aluno do CIG é estimulado desde cedo a exercitar a criatividade e colocar em prática os conceitos até então estudados apenas teoricamente. É justamente no desenvolvimento do raciocínio e da lógica que também temos alunos cada vez mais humanos e capazes de lidar com os desafios da vida moderna.

Imagem: Divulgação