FESTIVAL FILME POSSÍVEL: Jornada do Roteirista transformará alunos em protagonistas

Uma viagem! É o que podem esperar os 25 alunos do curso “A jornada do roteirista”, primeira atividade do Festival de Cinema Filme Possível, que começa nesta segunda-feira (18). O roteirista Caio Guerra promete transformar os participantes em protagonistas de sua própria história, a cada uma das 12 aulas. “O curso é a construção de uma jornada pessoal do aluno, pensando na progressão emocional do protagonista, de acordo com a lógica de Joseph Campbell, autor de ‘O herói de mil faces’, na ‘Jornada do Herói’”, explica.

O diferencial no curso de Caio – que está em sua 7ª edição – é essa diferença na forma como ele organiza e oferece o conteúdo. “Eu não crio conteúdo novo. Tudo já existe em vários livros. Mas a maneira como eu coloco esse conteúdo ao longo das aulas é o que faz o aluno criar um vínculo emocional, e isso ajuda na aprendizagem”.

Segundo o roteirista, o curso nasceu de um sonho dele de juntar toda a carga teórica que ele aprendeu sobre o tema com uma maneira única de apresentar e facilitar para os alunos. “Começou como uma brincadeira, com um amigo. Eu disse que queria dar um curso em forma de história. No dia seguinte eu percebi que fazia todo o sentido”, lembra.

“A Jornada do Herói, de Campbell, funciona enquanto ferramenta narrativa pois dá uma boa temperada de altos e baixos emocionais. De dificuldades e alívios. Nós, seres humanos, precisamos desses padrões. Lá pelas aulas 6 e 7, vai ter aluno dizendo que nunca tinha pensado naquilo, ou que economizou uma sessão de terapia. Será bem legal! ”

Tudo é história

Caio se orgulha do resultado de sua forma de apresentar o “fazer” roteiros. “Eles saem com uma visão diferente do assunto. Eu tive alunos que nunca foram roteiristas antes. Outros que eram da área de documentário e nunca haviam escrito roteiro de ficção. Eu tive músicos que disseram que escreveriam melhor suas obras”.

Tudo está relacionado, no cerne de qualquer roteirista, a contar histórias. “Tudo é história na nossa vida. Todas as progressões, conversas, textos, notícias. Até nas receitas de bolo nós contamos histórias. Temos apresentação da questão, complicações progressivas, uma crise maior, o clímax e a resolução. É quase biológico”, aponta.

Programação

O curso “A jornada do roteirista” começa nesta segunda-feira, 18/01. Serão 12 aulas de 3 horas, três vezes por semana, por quatro semanas. Outro curso do Festival Filme Possível que já completou as inscrições é o de “Linguagem Verbal”.

Outros três cursos ainda têm vagas: Oficina de Stop Motion (inscrições gratuitas apenas até esta terça, 19/01), Introdução à produção audiovisual (até 26/01) e Documentário (até 21/02). Basta preencher o cadastro no site www.filmepossivel.com.br.

Além dos 5 cursos, o festival terá as seguintes atrações: 

– Exibição de 7 longas metragem, com o posterior debate entre os participantes, os diretores e realizadores das obras.

– Mostra competitiva de curtas guarulhenses. Exibição de 10 filmes produzidos na cidade por realizadores guarulhenses – inscrições até 5 de fevereiro de 2021.

– 5 mesas de debates: Cinema do possível – furando bolhas com Juliana Vicente; Realizadoras no audiovisual; Estereótipos femininos no audiovisual; Cinema de guerrilha e produções de baixo orçamento; e Caminhos e inspirações para fortalecer o setor audiovisual em Guarulhos.

– Mentoria de Projetos: Mentoria individual para 10 projetos de longa, curta ou série com o roteirista Cadu Machado e o produtor Guilherme Severo, terminando em uma rodada de negócios.

– Panorama sobre a obra do cineasta homenageado na primeira edição do festival: Fábio Rodrigo, seguido de debate com o diretor. 

– Evento de encerramento do festival, um encontro com grandes nomes do mercado audiovisual e o momento de um “pitching” dos 10 projetos desenvolvidos no curso “Mentoria de Projetos”.

Serviço

Festival de Cinema “Filme Possível”

De janeiro a abril de 2021 – Gratuito e online

Cursos, debates e filmes

Inscrições e informações: http://www.filmepossivel.com.br