Falcões Raça Liberta, moto clube de Guarulhos, comemora 23 anos de existência

Guilherme Derrico

Uma grande festa será realizada em Guarulhos entre os dias 19 e 22 de julho. O Falcões Raça Liberta, um dos moto clubes de maior prestígio na cidade, vai comemorar 23 anos de existência. O evento ocorre na antiga sede da Philips (avenida João Cavalari, 83 – Vila Hermínia). A entrada será permitida em troca de dois quilos de alimentos não perecíveis, exceto açúcar e sal.

Serão três dias de shows, com 29 bandas, divididas em dois palcos. A festa, que já é uma tradição em Guarulhos, teve sucesso de público e arrecadou diversas toneladas de alimentos na edição do ano passado, as quais foram entregues a instituições filantrópicas. “Ação social é um dos principais focos dos Falcões. No ano passado arrecadamos cerca de 40 toneladas de alimentos. Parte dela foi entregue ao Fundo Social de Guarulhos, e o outro montante foi distribuído entre 30 instituições de Guarulhos e São Paulo. No ano passado recebemos em torno de 20 mil pessoas, e agora, em 2018, queremos que esse público cresça ainda mais”, comenta Bio, presidente do moto clube.

Segundo Bio, os Falcões já contam com mais de 400 integrantes, com 16 filiais espalhadas pelo Brasil. “Estamos inaugurando mais uma filial em Santa Catarina, que já soma 20 integrantes. Acabamos de inaugurar uma em Rondônia. É uma felicidade enorme ver o crescimento dos Falcões pelo Brasil. Na nossa sede nacional, localizada na avenida Monteiro Lobato, fazemos encontros semanais, onde trazemos bandas de Guarulhos para se apresentar”.

Solta o som!

Entre as bandas que irão animar o encontro podemos citar a Back in Hell – AC/DC Cover, Roberto Seixas, Queen Tribute Brazil, Rock’n Malte, Velhas Virgens, e muito mais. Barraquinhas com acessórios, vestuário e uma imensa praça de alimentação também estão entre as atrações. A locução ficará por conta do Lima. “As bandas que vão participar do nosso evento são muito boas, bastante conhecidas do público. Um dos pontos fortes da cena musical vai ser ouvir um rapaz que vem diretamente da Bahia para interpretar sucessos do Guns N’ Roses. O cara é muito bom!”, comenta Bio.

A preocupação com o cunho social é uma das grandes máximas do Falcões Raça Liberta. “Somos um moto clube de atitude. É muito fácil criticar tudo, dizer que as coisas estão ruins ou piorando, mas não fazer nada para melhorar a sua vida e a do próximo. Nós temos essa oportunidade de fazer um evento que une diversão, boa música, comidas típicas, ambiente familiar, acessórios para motociclistas e para os roqueiros de plantão, enfim, é uma ótima condição para ajudar quem precisa. Ajudar alguém sem olhar a quem”, finaliza o presidente.

Agradecimento especial ao Bio (presidente), Meraldo (diretor social), Edu (diretor de patrimônio), Shaolin e Bambam, integrantes dos Falcões que, gentilmente, concederam essa entrevista exclusiva à Folha Metropolitana.

Imagem: Guilherme Derrico