Exportações e importações apresentam crescimento em Guarulhos

Da Redação

O volume de exportações e importações em Guarulhos apresentaram crescimento expressivo em 2017 no município. A constatação faz parte do Caderno Econômico lançado nesta quarta-feira (09) pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e de Inovação (SDCETI).

No ano passado, as exportações aumentaram em 24,23% e as importações em 22,47%, denotando assim uma forte recuperação no setor. Isso porque, se analisarmos o período de 2014 a 2016, pode-se observar que Guarulhos apresentou uma queda de 42,07% em suas exportações, e de 34,43% nas importações.

Outro dado apontado pela publicação diz respeito ao mercado de trabalho. Os dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) dos últimos anos e do Caged de 2017 mostram que o mercado de trabalho formal no município fechou o ano muito próximo da estabilidade, com uma pequena queda de 0,71%, passando de 320.704 postos de trabalho em 2016 para 318.425 ao final de 2017.

A nova publicação, que pode ser consultada na integra no link www.guarulhos.sp.gov.br/pagina/caderno-economico-de-guarulhos, indicam, ainda, a melhora do PIB (Produto Interno Bruto) da cidade, que fez Guarulhos subir uma posição no ranking nacional, de 13º para 12º, e manteve o município com a 4ª economia do Estado de São Paulo.

Além dos números, a quarta edição do caderno econômico reforça a importância do investimento em infraestrutura para a possibilidade de um maior desenvolvimento econômico, o que afeta diretamente a vida dos moradores e trabalhadores de Guarulhos.

Caderno se consolida como manual para empreendedores
Durante o lançamento, o prefeito Guti enalteceu o trabalho desenvolvido para a elaboração do Caderno Econômico.  “Quero parabenizar todos os envolvidos na produção deste Caderno. Ele é praticamente um manual para que os empreendedores se orientem e tragam mais investimentos para a cidade. Esse material mostra que é possível confiar e investir em Guarulhos”, enfatizou.

Para o secretário da SDCETI, Rodrigo Barros, as informações da atual publicação mostram uma tendência de crescimento da indústria local. “É importante verificar que o aumento da importação mostra que boa parte do que é trazido de fora são bens que serão transformados dentro do município pela indústria local. Isso aponta uma movimentação importante no setor”, destacou.

Foto: Nícollas Ornelas