Estado anuncia rede de testes para coronavírus com até 2 mil exames diários

Da Redação

O governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (23) a criação de uma rede de testes para o coronavírus em São Paulo. O serviço será realizado por uma rede de 17 laboratórios ligados à Universidade de São Paulo (USP), com apoio do Instituto Butantan.

A nova rede começa a funcionar nesta quarta-feira (25). A capacidade será de dois mil testes por dia, que atenderão prioritariamente as pessoas atendidas em unidades de saúde e que apresentarem sintomas da doença, além dos próprios profissionais de saúde.

“Testar, testar e testar. É a orientação da Organização Mundial da Saúde. A partir de quarta-feira, teremos mais dois mil exames diários”, declarou o governador. O Butantan expandiu a capacidade para processar até mil testes de Covid-19 por dia.

Reforço

Além do Butantan, somente o Instituto Adolfo Lutz realizava os testes de coronavírus na capital paulista. Com o apoio dos laboratórios ligados à USP, a rede vai identificar mais rapidamente casos positivos de coronavírus de forma a isolar pacientes infectadas o mais rápido possível.

A Prefeitura de São Paulo também vai reforçar a rede de testes do coronavírus na capital. O prefeito Bruno Covas confirmou a aquisição de 100 mil exames para uso nos postos da rede municipal de saúde.

Até o início da tarde desta segunda-feira (23), o Brasil notificava 1.561 casos confirmados de coronavírus. Do total, o Estado de São Paulo registrava 631 pacientes infectados e 22 mortes provocada pela Covid-19.

Imagem: Governo do Estado de São Paulo

- PUBLICIDADE -