Espalha Fatos com Sergio Lessa

Comemoração

Os integrantes e apoiadores da Chapa 1 do STAP, Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública Municipal de Guarulhos, encabeçada pelo atual presidente, Pedro Zanotti, que busca sua terceira eleição, não escondem a felicidade de verem o ex-vice-prefeito de Guarulhos, Carlos Derman, declarar apoio espontâneo em suas redes sociais à candidata da Chapa 2, Viviane Senna. Derman é considerado pelo funcionalismo guarulhense como o algoz dos servidores, já que em 2014, quando assumiu a Prefeitura durante uma licença do ex-prefeito também petista, Sebastião Almeida, assinou um decreto que proibia a categoria de apresentar atestados médicos para fins de abono. Na época, o STAP conseguiu derrubar a determinação na Justiça, mas dali em diante, Derman ficou marcado para sempre.

Tem mais

Os membros da Chapa 1 também acreditam que o apoio de Carlos Derman à Chapa 2 demonstra claramente que a composição do grupo dos oposicionistas tem um viés político partidário e não segue uma linha sindical, ou seja, os companheiros de Viviane Senna não foram convidados para o grupo por terem requisitos de bons servidores e nem por possuírem representatividade em todos os setores da Prefeitura. Segundo os atuais gestores do STAP, as indicações na chapa de Viviane foram prioritariamente políticas.

Lixo atômico

Chamado por esse apelido pelos membros da Chapa 1, já que supostamente contamina a Chapa 2 com seu apoio, Carlos Derman também é lembrado pelos servidores públicos de Guarulhos como a pessoa que deu início às terceirizações de diversos serviços públicos municipais, como por exemplo, no Hospital Pimentas-Bonsucesso, nos Restaurantes Populares, Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) e também na segurança dos próprios públicos. A Chapa 1 tem certeza que o apoio declarado e exagerado de Derman aos integrantes de Chapa 2, já que postou 72 fotos de apoio em seu perfil pessoal no Facebook, tem um caráter exclusivamente pessoal, já que ele teria dentro de si, segundo seus adversários, um ódio guardado em seu coração desde a época que foi derrotado pelo STAP, quando o presidente ainda era o sindicalista Jair Lima, antigo aliado de Pedro Zanotti. Se tudo isso que foi afirmado pela Chapa 1 vai depor contra a Chapa 2, veremos na eleição que acontecerá nos próximos dias 19 e 20 de fevereiro. Mas que todo mundo acredita que o apoio de Derman à Viviane Senna dá um certo ar de “chapa política” ao atual grupo de oposição no STAP, ah, isso é indiscutível!

- PUBLICIDADE -