Empresa que construirá monotrilho até o Aeroporto de Guarulhos permanece indefinida

Lucy Tamborino

As obras do people mover, monotrilho que ligará o GRU Airport –Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, à Linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), tinham previsão para começar em setembro de 2019, mas até agora a empresa que será responsável pela intervenção ainda não foi escolhida.

De acordo com a concessionária que administra o aeroporto, já foram submetidas ao Governo Federal a seleção prévia dos projetos recebidos para o sistema automático de transporte de passageiros. Com isso, ela aguarda agora as próximas deliberações. Já a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirmou que espera a lista com as propostas das empresas interessadas por parte da concessionária. Nenhuma das duas afirmou quando, de fato, a empresa vencedora deve ser conhecida ou as obras iniciadas.  

Anunciado em maio do ano passado, o monotrilho terá 2,6 km de extensão, com paradas nos três terminais de passageiros do aeroporto e na Estação Aeroporto Guarulhos da CPTM. Ele fará o trajeto total em cerca de seis minutos, com capacidade de dois mil passageiros/hora para cada sentido. A previsão de entrega inicial era para maio de 2021. O valor do investimento previsto é de R$ 175 milhões retirado da outorga do aeroporto.

Imagem: Mayara Nascimento

- PUBLICIDADE -