Em setembro, coração bate mais forte em ação gratuita no metrô da capital

Da Redação

Para celebrar o Dia Mundial do Coração, 29 de setembro, a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), em parceria com o Metrô, realiza uma série de atividades gratuitas na Estação República, Linha 3-Vermelha, no próprio domingo e na segunda-feira (30).  O destaque será o treinamento em Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) com manequins recicláveis, construídos a partir de camisetas usadas e uma garrafa PET. Ação será repetida a cada 20 minutos. Cada sessão tem capacidade para 50 pessoas praticarem simultaneamente. Pelo local, passam 175 mil transeuntes ao dia.

“A Socesp tem a missão de disseminar o conhecimento à população para reduzir as ocorrências de óbitos por doenças cardiovasculares”, explica o presidente da entidade, Dr. José Francisco Kerr Saraiva. “Dessa maneira, realizaremos uma ação ampla, multidisciplinar, que visa educar os participantes a reconhecerem e agirem durante uma parada cardíaca”. O Dia Mundial do Coração, comemorado em 29 de setembro, foi criado no ano 2000 pela World Heart Federation (WHF), com o propósito de alertar sobre a importância de manter uma boa saúde cardíaca.

De acordo com Dr. Saraiva, a adoção de medidas muito simples no cotidiano, como largar de fumar, reduzir o consumo de sal e açúcar, iniciar a prática de atividades físicas regulares e assumir uma dieta equilibrada, já auxilia, e muito, na promoção de um coração mais saudável.

Dr. Agnaldo Píscopo, diretor do Centro de Treinamento em Emergências da Socesp, explica que o reconhecimento e a atuação em um protocolo correto aumentam entre quatro e cinco vezes as chances de sobrevida de pacientes com infarto. “A Organização Mundial da Saúde [OMS] indica que o tempo entre a ocorrência do quadro e a chegada de socorro médico pode ser preenchido por leigos”, informa, enfatizando a importância do treinamento.

Informação de qualidade para uma boa saúde

Visando contribuir para a conscientização do público participante, além do treinamento em RCP, a iniciativa contará com programação abrangente, percorrendo várias áreas da saúde. Haverá especialistas conversando com o público sobre os malefícios do estresse e da dependência do tabagismo, bem como em quais locais e telefones os interessados devem buscar serviços antitabaco. Para quem precisa desacelerar o ritmo de vida, o evento é uma oportunidade para aprender exercícios de relaxamento para o dia a dia, aferir a pressão arterial e aprender sobre alimentação correta, reduzindo o sobrepeso e a obesidade e, consequentemente, as chances do surgimento de doenças cardiovasculares.

Segundo a OMS, as enfermidades cardiovasculares, como o infarto do miocárdio e o chamado derrame (AVC – Acidente Vascular Cerebral), tiram a vida de 18 milhões de pessoas por ano, o que representa 31% de todas as mortes. No Brasil, são 350 mil óbitos anuais, um a cada 40 segundos.

“Precisamos reduzir esse alto índice de ocorrências e de letalidade. Salvar vidas é o nosso grande objetivo”, afirma o presidente da Socesp, revelando: “Importante, também, lembrar que a OMS demonstra que, se a mortalidade por doenças cardíacas isquêmicas e derrames fosse reduzida em 10%, as perdas econômicas diminuiriam em 25 bilhões de dólares por ano. Este valor é três vezes maior do que o investimento necessário para medidas de prevenção e controle”.

Serviço

Dia do Coração da Socesp – ações gratuitas

Data: 29 e 30 de setembro, das 10h às 17h

Aferição de pressão, avaliação de estresse e treinamento em ressuscitação cardiopulmonar

Estação República do Metrô

Imagem: Andrea Naomi/Divulgação Socesp