Em Guarulhos, Doria defende PPP para implantação do Metrô e ampliação do trem na cidade

Da Redação

O candidato a governador de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu no último sábado (11) a realização da uma Parceria Público-Privada (PPP) para a implantação de uma linha de Metrô na cidade, bem como para a extensão do trem.

“Temos um compromisso de avançar um projeto do Governo do Estado e estender uma linha do Metrô até Guarulhos. Da mesma maneira para outras cidades como Santo André, São Caetano e outras áreas onde a demanda de trabalhadores que vão até a capital é muito grande. Podemos avaliar isso sobretudo em regime de PPP”, afirmou Doria.

Segundo ele, com a PPP as prefeituras não teriam custos. “Poderiam investir em terrenos”, explicou.

O tucano participou de um evento no Guarulhão com diversas lideranças municipais, além de candidatos a deputados estadual e federal dos partidos que compõem a chapa. Ao som do tema da vitória imortalizado nas corridas de Fórmula 1, pelo brasileiro Ayrton Senna, Doria afirmou que ampliará para todo o estado, incluindo Guarulhos, os programas de sucesso realizados durante o período em que foi prefeito da capital paulista.

“Vamos fazer o Corujão da Saúde na cidade de Guarulhos, o Corujão da Cirurgia, além do Remédio Rápido para não faltar medicamentos nas unidades da cidade. Além disso, quantos jovens estão desempregados? Vamos trazer projetos vitoriosos de São Paulo com a geração de empregos”, destacou.

‘Não faço campanha em torno de pesquisa, mas sim em torno de propostas’

Liderando em diversas pesquisas eleitorais divulgadas, Doria fez questão de destacar que a principal pesquisa será a eleição em outubro.

“As pesquisas sempre pontuam o retrato do momento. Não faço campanha em torno de pesquisa, faço em torno de proposta. Estamos liderando em todas as cinco pesquisas divulgadas, mas estar com a população, como estamos fazendo em Guarulhos, apresentando propostas inovadoras é a melhor pesquisa”, disse.

Segundo pesquisa CNT (Confederação Nacional do Transporte)/MDA, divulgada na última quarta-feira (08), o tucano tem 16,4% das intenções de votos.

Imagem: Divulgação