Eleições 2020: Qual será a sua primeira decisão ao chegar à prefeitura?

Adriana Afonso (PL)

Por conta de todo o trauma causado pela covid-19, pretendo, no primeiro mês, sentar-me com comerciantes e seus representantes, para discutirmos isenções de impostos e outras medidas para alavancar a economia municipal novamente. Além de buscar trazer para a cidade, empresas que gerem emprego e movimente a economia, através de incentivos fiscais e realizando uma gestão que aumente a confiança do empresário em investir na cidade.

Auriel Brito (PCdoB)

Agradecer o povo primeiramente, no após, reunir com os funcionários públicos para juntos estabelecermos normas e metas, para que nossa gestão tenha excelência no atendimento aos cidadãos. Auditoria do todos os contratos para garantir o melhor preço e atendimento para a população.

Eduardo Barreto (Pros)

Minha primeira decisão será a de implementar algumas atitudes que me comprometi com os cidadãos guarulhenses em nossa campanha: abertura imediata do antigo retorno do Trevo Bonsucesso; suspensão da renovação dos contratos de ônibus; abertura do acesso do Aeroporto a avenida João Jamil Zarif, redução dos cargos em comissão e redução do ISS para 1%.

Elói Pietá (PT)

A coordenação de campanha enviou a seguinte nota à redação da Folha Metropolitana: Decidiu-se, nesse momento, não participar da série promovida por vocês. Qualquer questão/opinião pública do Elói Pietá na campanha em questão pode ser conferida no link https://www.facebook.com/eloipietaoficial”.

Fran Corrêa (PSDB)

Minha prioridade é a Saúde. Então, nos 100 primeiros dias, vamos colocar 100 novos médicos para trabalhar e atender as pessoas. Hoje, em Guarulhos, temos a menor quantidade de médicos por habitante na Grande São Paulo. Não é possível continuarmos assim. A cidade tem quase 100 médicos a menos trabalhando nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do que tinha em 2014. Também vou rever contratos e cargos comissionados. Minha meta é economizar entre R$ 150 milhões e R$ 200 milhões nos primeiros meses de governo. E essa economia será revertida em serviços públicos de qualidade para a população.

Guti (PSD)

Vou prosseguir com os trabalhos que já iniciamos e dar ênfase também a novas ideias e planejamentos. Não foi fácil colocar a casa em ordem, mas já avançamos muito.
Utilizamos os dois primeiros anos para organizar a estrutura do município e resgatar a credibilidade da cidade que não tinha condições nem de receber recursos estaduais ou federais por ter o nome sujo, além de trabalhar muito para acabar com a falta de água, um problema que se arrastava há décadas e nunca foi tratado como prioridade pelos governos passados. Com a dívida reduzida em mais de 60% temos condições de avançar ainda mais em áreas como a saúde, prioritariamente, e também mobilidade urbana, dando grande atenção ao sistema viário e transporte público.

Jovino Cândido (PV)

Vamos reorganizar a casa, as contas, auditar todas as áreas, estancar a sangria, acabar com a farra, fazer um grande levantamento de tudo que não vem sendo correspondido para população.

Néfi Tales Filho (PSL)

Néfi Tales Filho renunciou a sua candidatura à Prefeitura de Guarulhos nesta terça-feira (20).

Rodrigo Tavares (PRTB)

Auditoria completa e irrestrita nas seguintes áreas: a) nas obras públicas, para apurar a viabilidade, estágio e acordos realizados; b) nas contas públicas e contratos (locação, cessão, concessões, permissões, radares e compras); c) na gestão descentralizada (OS da saúde e entidades do terceiro setor que recebem recursos públicos), realizando SINDICÂNCIAS, apurando responsabilidades administrativas). Em casos de comprovado ato de má gestão e utilização de recursos públicos, responsabilizaremos os culpados e encaminharemos informações ao MP para apuração de responsabilidade Civil e Criminal. Isso dos últimos 5 anos. Vamos aprofundar e subsidiar com informações/ações como a do GAECO que apura a conduta de agentes políticos do município. Não serei avalista da Gestão PT e nem da Gestão Guti.

Sandra Santos (PDT)

Guarulhos precisa de uma gestora que viva a mesma realidade da população. Que sinta na pele, assim como já senti, as principais dificuldades dos serviços públicos. Estamos vivendo um momento único na história da nossa cidade. A pandemia nos trouxe desafios inéditos, que exigem atitudes inéditas. Por isso, uma das minhas primeiras ações será entender toda a situação orçamentária do município e, se possível, já de imediato planejar uma melhor utilização dos serviços e dos atuais funcionários da máquina pública. Com isso surgirão mais ações em prol da população. Também pretendo rever todos os contratos firmados pelas secretarias da administração anterior e repensar o modelo das administrações regionais, algo que já foi eficiente. 

Simone Carleto (PSOL)

Ao assumir a prefeitura temos que iniciar valorizando o quadro de servidores públicos, para que a máquina pública possa servir aos cidadãos. Os primeiros atos serão de radicalizar a democracia, possibilitando que as secretarias sejam acessíveis, nomeando no primeiro escalão, no mínimo 50% de mulheres e o máximo possível de técnicos de carreira para que as políticas públicas sejam direcionadas a atender as emergências a que o povo está submetido, como ameaças de despejo em áreas de risco, falta de medicamentos nas unidades de saúde, demora no agendamento e falta de atendimento de consultas e exames. Vamos tomar medidas imediatas de impulsionamento das políticas públicas no sentido de atender as demandas mais urgentes da população mais vulnerável.

Wagner Freitas (PTB)

A passagem de ônibus em Guarulhos é a mais cara do Brasil, não temos aqui nenhum ônibus que tenha ar-condicionado, sinal de Wi-Fi dentro dos coletivos, os ônibus estão sucateados. Em São José dos Campos todos os pontos de ônibus e coletivos têm sinal de Wi-Fi, pontos modernos, confortáveis e com iluminação. A primeira medida que tomarei é rasgar essa concessão de 10 anos sem licitação criminosa, que o atual prefeito concedeu as empresas de ônibus faltando 40 dias para eleição, isso é um crime, por isso o serviço de transporte público na cidade é tão deficiente, isso é a velha política! Vou licitar o transporte público, Guarulhos terá ônibus modernos, com ar-condicionado, sinal de Wi-Fi, pontos de ônibus à altura da cidade, com Wagner Freitas as coisas vão funcionar!

*As respostas são de responsabilidade dos candidatos e têm tamanho máximo de 800 caracteres com espaço.