Eleições 2020: Por que o senhor (a) quer ser o próximo (a) prefeito (a) de Guarulhos?

Adriana Afonso (PL)

Pois vejo que Guarulhos tem potencial para ser uma outra cidade, que é possível construir uma Guarulhos sem corrupção em que o jovem não cresça sonhando em sair da cidade, uma Guarulhos que tenha saúde de qualidade, com gestão inteligente. Uma cidade em que os pais e mães possam trabalhar com tranquilidade, deixando seus filhos em boas creches, que funcionem até às 22h. Enfim, uma Guarulhos totalmente diferente, uma cidade que valoriza o dinheiro público, que não gaste milhões em cargos e secretarias desnecessárias.

Auriel Brito (PCdoB)

Melhorar a vida dos trabalhadores e trabalhadoras, e de todos que mais precisam, dando mais atenção na saúde, educação, mobilidade, esporte, cultura e lazer. Melhorando a qualidade de vida do nosso povo e tornando nossa cidade mais atraente para novos investimentos.

Eduardo Barreto (Pros)

Desejo ser prefeito porque acredito que a cidade de Guarulhos nunca teve um gestor que veio da periferia e que realmente a conheça. Uma pessoa que sabe o que é acordar cedo, pegar ônibus lotado, passar por ruas sem iluminação e em muitas vezes, até mesmo sem asfalto. A maior parte das pessoas da cidade vive na periferia, distante dos equipamentos públicos e em pleno século XXI precisam do básico, como: uma boa condução, um bom hospital, uma UBS e locais para a prática de esporte e lazer. Mas infelizmente não é isso que vemos. O que vemos é abandono. Parece que os que sentaram na cadeira de prefeito nunca lutaram e enfrentaram o sistema político para garantir boas condições de vida ao povo guarulhense. Tenho a coragem necessária, a experiência política e principalmente boas ideias.

Elói Pietá (PT)

A coordenação de campanha enviou a seguinte nota à redação da Folha Metropolitana: Decidiu-se, nesse momento, não participar da série promovida por vocês. Qualquer questão/opinião pública do Elói Pietá na campanha em questão pode ser conferida no link https://www.facebook.com/eloipietaoficial”.

Fran Corrêa (PSDB)

Sou nascida e criada em Guarulhos e, assim como outros guarulhenses, estou indignada com a má gestão desta cidade. O modelo de gestão que existe no município não funciona, e não estou me referindo apenas à atual gestão. O modelo de governança colocado em prática em Guarulhos há anos não atende quem mais precisa. Em razão disso, há tantas áreas com tantos problemas – da Educação à Saúde, da Economia à Segurança, da Mobilidade Urbana à Infraestrutura. O início da mudança é enxergar o problema. Guarulhos é uma das maiores e mais ricas cidades do Estado de São Paulo; comporta o maior aeroporto da América Latina. Assim, é incabível a gente andar pelo município e ver esgoto a céu aberto, desemprego, milhares de pessoas na informalidade e gente vivendo na miséria, na precariedade.

Guti (PSD)

Guarulhos é a cidade que eu amo, onde cresci, estudei e ingressei em minha carreira política. É o lugar que acolheu a mim e a minha família, é a minha história. Por isso, sinto que devo fazer mais para retribuir tanto carinho, atenção e cuidado que recebi ao longo dos anos. Quando assumi a gestão municipal a cidade estava destruída financeiramente e com sérios problemas de infraestrutura. Guarulhos não merecia o tratamento recebido pelos meus antecessores, ela precisava de mais. E com muito empenho e dedicação iniciamos sua reconstrução. Ser prefeito, além de encarar como uma missão, é a realização de um sonho que quero dar continuidade para entregar uma cidade muito melhor do que aquela de 2017.

Jovino Cândido (PV)

Eu quero voltar a ser o prefeito de Guarulhos para que possamos retomar um excelente trabalho que iniciamos ao longo de 2 anos e 3 meses na cidade, onde ela estava abandonada e a população estava completamente esquecida. Criamos diversos programas que ajudou a elevar a cidade de 5ª para 2ª maior em arrecadação, e a maioria desses programas que beneficiaram diretamente a população infelizmente foi deixada de lado nos outros governos. Não se sabe mais se há um governo na cidade. Governar Guarulhos é para quem tem compromisso, experiência, dedicação total, responsabilidade e coragem. Com certeza estou preparado para ser o próximo prefeito.

Néfi Tales Filho (PSL)

Quero ser o melhor prefeito que Guarulhos já teve, principalmente na área da saúde e educação, pois sem saúde não somos nada. Quero aumentar os investimentos junto a nossa grandiosa cidade, dando oportunidade aos jovens e as novas empresas que quiserem se instalar em nosso município. Vou construir o Centro de Convenções e Exposições Internacional de Guarulhos, aquecendo o turismo de negócios na hotelaria, empresas nacionais e internacionais, aumentando receita, dando visibilidade a nossa querida cidade, gerando mais ou menos 45.000 (quarenta e cinco mil) empregos diretos e indiretos, aliviando impostos nas indústrias e empresas instaladas em nosso município. Vou fazer de Guarulhos uma cidade melhor para nós e nossos filhos.

Rodrigo Tavares (PRTB)

Para melhorar a vida dos cidadãos resgatando o orgulho de sermos guarulhenses! Conduzirei o município a um novo ciclo de desenvolvimento e crescimento. Represento uma política séria, íntegra e comprometida com o bem comum. Alio isso ao conhecimento da máquina pública municipal (sou servidor há mais de 10 anos) e estadual (fui vice Superintendente do Ipem/SP) com a técnica (sou advogado pós-graduado em Direito Público, Direito Administrativo, Direito Eleitoral e Gestão Pública). Tenho apoio dos deputados federais Eduardo Bolsonaro, Carla Zambelli e Guiga Peixoto, dos estaduais Gil Diniz, Castelo Branco, Valéria Bolsonaro, Tenente Nascimento e Major Mecca, além do vice-presidente da República, Hamilton Mourão. Sou o único a trazer recursos federais e estaduais que Guarulhos precisa. 

Sandra Santos (PDT)

Fiz toda minha vida em Guarulhos. Eu amo essa cidade e sinto que podemos melhorar muita coisa em vários setores. É por isso que quero ser a nova prefeita. Tenho uma longa experiência profissional e me sinto extremamente capacitada para o cargo. Como sempre digo: Eu sou a diferente que vou fazer a diferença. Além disso, também quero ser a nova prefeita porque não consigo mais ver um município tão grande como o nosso, que hoje tem mais de 1,3 milhão de habitantes, ficar pra trás de outras cidades em vários aspectos. Precisamos reagir, buscar soluções e trabalhar para uma cidade melhor. Acredito que podemos, ao lado da população, criar ações para o surgimento de um horizonte de transformações. 

Simone Carleto (PSOL)

O povo guarulhense está esquecido pelo poder público. Sou servidora pública, trabalhei em vários bairros da periferia e conheço as necessidades da população, que padece nas filas das unidades de saúde, nas demandas por vagas em creches, nos ônibus lotados e demorados, na busca por benefícios sociais que diminuam a vulnerabilidade social. O atual prefeito passou quatro anos dentro do gabinete e só agora resolveu recapear ruas e sair para pedir votos. Quero ser a primeira mulher a ser eleita pelo povo para governar Guarulhos, invertendo prioridades, ouvindo as pessoas nos bairros, através de conselhos populares, para que o orçamento público seja redirecionado para atender quem mais constrói a riqueza da segunda maior cidade do Estado de São Paulo, que são os trabalhadores e as trabalhadoras.

Wagner Freitas (PTB)

Sou Wagner Freitas, filho de um catador de papelão de carroça, nasci na periferia da cidade, aonde moro há 43 anos. Nossa cidade nunca teve um prefeito a quem pudéssemos nos orgulhar, fomos governados por piratas e mercadores! Somos a maior cidade do país depois das capitais, mas não temos médicos nos postos de saúde, a mobilidade urbana, de uma cidade de logística as margens da rodovia Fernão Dias e Dutra, é um caos, o Trevo Pimentas Bonsucesso castiga toda cidade de Guarulhos, mais ainda quem vive naquela região. Serei o prefeito do progresso! O povo foi enganado há 4 anos, elegeu um garoto despreparado, têm mais secretários do PT na administração do Guti do que obras realizadas na cidade! Guarulhos precisa de um prefeito que conheça a cidade e possua sensibilidade social.

*As respostas são de responsabilidade dos candidatos e têm tamanho máximo de 800 caracteres com espaço.