EDP sensibiliza 70% da alta liderança para temáticas relacionadas a LGBTQIAP+

A luta contra o preconceito ganha força no mês do Orgulho LGBTQIAP+, mas sabe-se que a agenda ainda precisa avançar na sociedade como um todo. No mundo corporativo não é diferente. Com esse entendimento, a EDP, multinacional que atua em toda a cadeia de valor do setor elétrico, vem realizando a formação de toda sua liderança, além de áreas estratégicas como Gestão de Pessoas, Marketing, Comunicação e Auditoria Interna, quanto a temas relacionados à diversidade de gênero e sexual. 

O treinamento vem sendo realizado em parceria com a Diversity Bbox, consultoria parceira da Rede Brasil do Pacto Global da ONU, liderada por Pri Bertucci, artista social, educador e pesquisador na área de diversidade. 

Até o momento, 70% da diretoria da EDP completou a formação. O objetivo é educar e conscientizar sobre diversidade LGBTQIAP+, abordando questões de identidade, papel e expressão de gênero, orientação afetivo-sexual, intersexualidade, além de temas como linguagem neutra e inclusiva. Até o final de 2021, a meta da companhia é ter 100% da liderança capacitada.

Esta é uma das ações afirmativas para ampliar a representatividade de pessoas LGBTQIAP+ na Companhia.  Entre as metas de Diversidade e Inclusão, a EDP direciona 50% de todas as suas contratações para vagas efetivas a profissionais de grupos sub-representados, dentre eles o LGBTIQAP+.

“As companhias precisam não apenas refletir a diversidade, mas principalmente promover ações para fortalecer uma cultura em que todas as pessoas se sintam respeitadas, acolhidas e pertencentes. Para endereçar este desafio, é fundamental implementar uma agenda consistente de educação e ampliação de consciência. Estas são ferramentas essenciais para valorizarmos comportamentos inclusivos e gerarmos mudança efetiva na EDP e na sociedade”, destaca Fernanda Pires, vice-presidente de Pessoas e ESG da EDP no Brasil.

Outras iniciativas de apoio à causa LGBTQIAP+

O mês do Orgulho LGBTIQAP+ contou ainda com outras ações da EDP. No dia 28 de junho, a companhia promoverá uma roda de conversa idealizada pelo grupo de afinidade LGBTQIAP+, com apoio e participação de seu patrono, o vice-presidente de clientes da EDP Brasil, Carlos Andrade. Além disso, a EDP lançou em sua universidade corporativa e na academia de parceiros, plataforma de educação voltada para fornecedores, o curso “O Valor da Diversidade”, incluindo um módulo específico para as questões LGBTQIAP+.  A Empresa também patrocinou a Feira DiverS/A, maior evento de empregabilidade LGBTQIAP+ da América Latina.

A mais recente das ações envolve a nova sede da Companhia em São Paulo, que terá banheiros inclusivos para todos os gêneros. Esta infraestrutura foi idealizada a partir do compromisso de assegurar um ambiente onde pessoas de todas as identidades se sintam representadas, acolhidas e pertencentes.  A EDP também garante benefícios como licença maternidade de 180 e licença paternidade de 30 dias, com extensão dos benefícios aos casais LGBTQIAP+. Houve ainda uma reformulação do Canal de Ética, para construir e monitorar indicadores relacionados às dimensões de diversidade, além de apoio psicológico e acolhimento oferecidos aos colaboradores por meio de seu Programa de Assistência Social.