EDP implanta projeto de Eficiência Energética em dez Apaes da área de concessão

Serão beneficiadas as instituições de São Sebastião, Guaratinguetá, Jacareí, Lorena, Taubaté, Cruzeiro, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Guarulhos e Poá

Da Redação

Mogi das Cruzes, 28 de junho de 2018 – Unidades de atendimento da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) do Alto Tietê, Guarulhos, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo vão economizar juntas até R$ 37 mil por ano com projetos de eficiência energética da EDP, distribuidora de energia. A redução dos custos, gerada pela substituição de lâmpadas comuns pela tecnologia LED, vai permitir que a entidade utilize mais recursos para a continuidade e a melhoria dos serviços realizados.

As Apae em Guaratinguetá, Jacareí, Lorena, Taubaté, Cruzeiro, São Sebastião Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Guarulhos e Poá atendem mais de 3 mil pessoas, atuando na promoção da saúde de pessoas com deficiência intelectual e múltipla, apoiando sua inclusão social e incidindo na defesa de seus direitos.

Com o projeto da EDP, serão trocadas cerca de 700 lâmpadas ineficientes, reduzindo o consumo de energia em até 15%, ou 127 megawatts-hora (MWh) por ano, o suficiente para abastecer 7.620 famílias por até 1 mês. Há uma redução também nos custos de manutenção, já que a durabilidade dos equipamentos LED é de três a quatro vezes maior do que a dos fluorescentes. A tecnologia gera ainda menos impacto ambiental, por não possuir mercúrio e outros componentes nocivos.

“O objetivo é trazer uma redução de custos com energia para estas instituições por meio da eficiência energética, o que vai liberar recursos para serem direcionados ao atendimento às pessoas” ressalta Luciano Cavalcante, gestor executivo da EDP.

O projeto, que será concluído até dezembro de 2018, foi contemplado na Chamada Pública de Projetos – CPP 001/2017 do Programa de Eficiência Energética da EDP, que é regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL.

Imagem: Divulgação