Dois romeiros já morreram na via Dutra neste ano

Lucy Tamborino

Neste ano dois romeiros já morreram durante o percurso até a cidade de Aparecida pela rodovia Presidente Dutra. A prática de caminhar pelos acostamentos da rodovia em direção à basílica é comum pelos fiéis. O problema é que o caminho não é seguro e é realizado mesmo existindo um trajeto alternativo: a “Rota da Luz”.

Para se ter uma ideia, no ano passado, foram contabilizados mais de 20 mil romeiros caminhando pela rodovia com destino à Aparecida, entre a segunda quinzena de setembro até o mesmo período de novembro – época de maior movimento de romarias. O que resultou em 13 atropelamentos, destes quatro pessoas morreram.

O romeiro por vezes acredita que o acostamento é um local seguro para realizar sua peregrinação, mas se esquecem do fato de estarem muito próximos à faixa da direita. “O acostamento é um local para paradas de emergências de veículos e o risco de um atropelamento é grande. Sem contar que a Dutra tem mais de mil acessos, entradas e saídas de cidades e postos de serviços, as travessias de trevos e acessos, aumentam o risco de atropelamentos. Não temos como proibir a manifestação de fé na rodovia, mas há uma necessidade urgente da sociedade entender os riscos de caminhar pelo acostamento da via Dutra”, explicou o gestor de Atendimento da CCR NovaDutra, Virgílio Leocádio.

Para lidar com essa problemática a concessionária iniciou ontem sua campanha de segurança e orientação a peregrinos e motoristas que trafegam pela via. A campanha é realizada todos os anos a partir da segunda quinzena de setembro e orienta, por exemplo, sobre a utilização da Rota da Luz. O caminho foi inaugurado pelo Governo do Estado de São Paulo e tem um traçado formado por estradas secundárias, somando 201 km que passam por nove municípios, saindo de Mogi das Cruzes. A rota é considerada um caminho mais seguro para os romeiros com destino ao Santuário Nacional de Aparecida. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.rotadaluzsp.com.br.

Imagem: Divulgação/CCR NovaDutra