Dois moradores de rua morrem durante a madrugada fria de SP

Da Redação

Dois moradores de rua morreram na madrugada de ontem na cidade de São Paulo. A suspeita é de que os homens tenham morrido em decorrência das baixas temperaturas registradas na cidade.

Um corpo foi encontrado na rua General Jardim, na região central, e o outro na avenida do Rio Pequeno, na zona oeste. A prefeitura aguarda os exames do Instituto Médico Legal (IML) para comprovar as causas das mortes.

Segundo o padre Júlio Lancelotti, coordenador da Pastoral do Povo de Rua, é possível que as vítimas tenham morrido de hipotermia. “As mortes aconteceram na madrugada mais fria do ano”, justificou o padre.

A capital paulista registrou, de fato, a madrugada mais fria de 2018. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), os termômetros registraram em média 8°C e os bairros mais gelados foram Capela do Socorro, na zona sul com 3,2°C e Perus na zona norte, com 5°C.

Em nota, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) informou que foram acolhidas 326 pessoas.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil