Do que você está enchendo o seu coração?

Lembrei de uma situação de algum tempo atrás e revolvi contá-la para vocês.

Sai de casa cedinho para trabalhar e percebi que o meu carro estava sem gasolina. O dia estava lindo, um bonito sol reinava no céu azul. Entrei no posto de gasolina e em alguns minutos o frentista veio prontamente me atender.

De repente o posto encheu de carro e formou pequenas filas nas bombas de combustível. Enquanto eu estava sendo atendimento, escutei a voz um homem brigando com alguém, me virei para o lado onde vinha o som.

Um homem enfurecido gritava com o frentista apavorado e sem saber como se proteger. O mesmo homem gritava:

– Esse lugar é uma demora e vocês parecem baratas tontas correndo para lá e para cá e não atendem ninguém. Parecem que fazem de propósito.

O frentista apontava para o lado, avisando ao homem que o posto estava lotado e ele e mais duas pessoas estavam atendendo o mais rápido possível. Estavam fazendo tudo que podiam.

O homem continuou a reclamar e depois pegou a carteira, pagou ainda reclamando e foi embora. O frentista veio terminar de me atender, todo sem graça e bastante triste com a situação. Quando se aproximou, eu disse rapidamente ao rapaz:

– Fica tranqüilo, o problema não é com você. O problema é ele. Ele deve estar com tantos problemas que só enxergar problema em toda direção em que olha. Pode ser você o frentista, vai ser o transito, o vizinho… Tudo vai ser problema na vida desse homem.

Quero contar essa história para vocês, ressaltando que nós entregamos o que nossos corações estão cheios. Se o nosso coração estiver cheio de problemas, só vamos ver problemas. Se estiver cheio raiva, sentiremos raiva de tudo. Porém se estiver cheio de amor, felicidade, alegria, harmonia. Então você vai espalhar esses sentimentos e vai enxergar isso em sua volta.

Nós só podemos entregar aquilo que nós temos em abundancia, o nosso universo é apenas representações internas, todas as situações que ocorrem conosco são apenas respostas das nossas próprias atitudes e ações.

Através dessa história quero deixar um conselho:

Alimente seu coração de bons sentimentos e depois colha os frutos!

Boa sorte!

Vitinho Portugal

Empresário, Palestrante, Consultor, Máster Practitioner em Programação Neuro Lingüística, Especialista em Hipnose