Defensoria Pública de SP mantém atendimento à distância

Durante a pandemia de COVID-19, a Defensoria Pública de São Paulo mantém os atendimentos à distância para casos considerados urgentes, de pessoas que não têm recursos para contratar um advogado.

Entre os assuntos atendidos estão: busca e apreensão de criança/adolescente; pedido de liberdade; violência doméstica; interrupção de serviço essencial (água, energia elétrica etc.); mandados urgentes (ex.: com prazo imediato para desocupação de imóvel, bloqueio de conta bancária etc.); realização de exame de corpo de delito e cremação de cadáver.

No site da Defensoria (www.defensoria.sp.def.br) é possível encontrar todas as formas de atendimento remoto, via telefone, WhatsApp ou formulário online.